Criança

Mãe amamenta filho autista de 7 anos e gera polêmica nas redes sociais

Ela acredita que o desmame deve ser feito naturalmente

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Lisa amamenta o filho de 7 anos e gera polêmica (Foto: Reprodução/Current Affair)

Na Austrália, uma mãe gerou uma polêmica depois de ter sua história compartilhada em um site de maternidade, Kidspot. Lisa, que tem 46 anos, foi chamada de “doente” e até “pedófila” por amamentar os filhos de sete e quatro anos no peito. De acordo com ela, isso atrás conforto para os garotos, principalmente para o mais velho que é autista.

Lisa resolveu se posicionar e escreveu um segundo post na mesma rede social, lá ela critica aqueles que fizeram comentários maldosos e diz que pouco se importa com o que pensam, enquanto seus filhos quiserem, ela continuará amamentando eles. “Para os adultos que comentaram que estou doente e preciso de ajuda, digo que não há nada de errado comigo mentalmente, estou apenas fazendo o que é natural”, afirma. “Meu menino é muito independente, seguro de si e sem traumas”, acrescenta. Ela ainda explica que os garotos não sofrem provocações de amigos e colegas que sabem que eles continuam mamando no peito.

Lisa amamenta o filho de 7 anos e gera polêmica (Foto: Reprodução/Current Affair)

Fora os dois, Lisa tem outros filhos mais velhos que também amamentaram até mais velhos. Isso porque Lisa acredita que o desmame deve ser natural e a idade correta para que aconteça é entre os quatro e oito anos, ela ainda reconhece que o leite não substitui os outros alimentos, é só um complemento de nutrientes, por isso, Chase e o irmão comem normalmente as refeições.  “O leite materno contém algumas coisas surpreendentes, anticorpos, glóbulos brancos, vitaminas que o meu corpo produz e transfere para o dele e todos esses nutrientes não desaparecem apenas porque ele é mais velho. A amamentação oferece conforto, segurança, entre outras coisas”, afirma.

Alguns leitores sugeriram que a mãe servisse o leite em um copo, assim como bebemos o leite de vaca, mas ela acredita que o leite materno, se ingerido dessa forma, pode estragar os dentes dos filhos. Aliás, ela diz que acha graça das pessoas considerarem normal dar o leite de outro animal para o filho, mas da mesma espécie ser visto como algo fora do normal.

A australiana explica que amamenta apenas à noite e e que isso ajuda o menino autista a se reconectar depois de uma crise, muitas vezes, um abraço também é vindo. Liza, por fim, afirma que vai continuar amamentando o filho até eles decidirem que não querem mais. “Estou pronta para desmamar, pois não se pode forçar um bebê ou uma criança a isso.”

Leia também: 

Dor na amamentação: 4 dicas para evitar o desconforto

Amamentação sem segredo: confira perguntas respondidas por uma especialista

A prótese de silicone atrapalha a amamentação?