Família

Mãe conta como decidir ser mãe em tempo integral mudou o relacionamento com a filha: “Ganhei uma amiga”

Rosiani Vicentini mudou de ideia sobre a carreira após ler uma matéria na Pais&Filhos

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Rosiani e Débora, sua filha, passam o dia juntas na confeitaria da família: o Buffet Gordice’s (Foto: Acervo pessoal)

Rosiani Vicentini é mãe de Débora, dona de uma confeitaria e tem uma história bem particular com a Pais&Filhos. Ela costuma dizer que a revista mudou o rumo da vida dela – para melhor, ainda bem! Leia o relato dela para a última edição impressa da nossa revista:

“Há pouco mais de 4 anos passei por um dos piores momentos da minha vida: perdi minha mãe para o câncer. Infelizmente descobrimos quando estava já avançado, não houve tempo para tratar.

Ela era meu porto seguro e sempre me ensinou a lutar pelos meus objetivos, me ensinou sobre honestidade, gratidão e muito sobre o amor. Foi muito difícil passar por tudo aquilo, mas precisei ser forte. Minha filha precisava de mim.

Por conta da doença que ela teve, decidi ir ao médico ver se estava tudo bem comigo. No consultório eu fiquei na sala de espera durante um tempo. Foram minutos de muitos pensamentos e angústias. Lembrei de todas as renúncias que minha mãe fez para estar perto de nós e vi que eu não estava sendo igual, porque trabalhava e estudava muito.

Eu queria o melhor para minha filha, mas não estava dando a ela o que eu tive quando tinha a sua idade. Percebi que se eu continuasse assim ela não teria lembranças de momentos comigo – tudo o que ela teria seriam bens e isso ela poderia conquistar sozinha, assim como eu fiz.

Olhei em volta e parecia que as pessoas sabiam exatamente o que eu estava pensando. Peguei uma revista na mesa e comecei a folhear, era uma Pais&Filhos. Uma reportagem me chamou muito a atenção e contava história de mulheres que haviam abandonado suas carreiras para serem mães. Simplesmente mães.

Aquilo mexeu tanto comigo, me fez parar para pensar e eu me perguntava como seria largar tudo também. Eu tinha alcançado o meu objetivo profissional e pensar nisso me deixava com receio de ficar frustrada. Conversei muito com meu marido, pensei e repensei.

Meses depois eu finalmente tomei a decisão: viver intensamente esse momento com minha filha, vou ser mãe de verdade! Como eu sempre quis ser dona do meu negócio, aconteceu de maneira natural e enxerguei nisso a possibilidade de fazer o que gosto e ter minha filha por perto, ser uma mãe mais presente.

Comemoramos os 50 anos de Pais&Filhos em grande estilo com o bolo personalizado (e delicioso!) feito por Rosiani, que veio entregar em mãos. (Foto: Acervo pessoal)

Eu sempre gostei de cozinhar e meus funcionários adoravam os meus docinhos – tanto que segunda-feira virou nosso “dia da gordice”. Foi assim que optei pela confeitaria e também como surgiu o nome.
Logo os clientes começaram a aparecer, me especializei e hoje tenho o prazer de tornar a vida das pessoas mais doce.

Sou muito grata por aquele dia, pela história que li, pelos conselhos de tantos amigos e pelo apoio da minha família.

É por isso que hoje vejo que tomei a melhor decisão da minha vida. Ganhei uma amiga, uma parceira e posso dizer que tenho tudo o que precisava para ser feliz de verdade”.

Leia também:

Cara de um, focinho de outro! Vem ver as fotos dos nossos leitores com seus filhos

Criança tem cada uma! Vem ler histórias dos filhos dos nossos leitores

8 fotos de crianças banguelas que nossos leitores enviaram