;
Pais

Mãe cria loja online e faz renda extra com o que tem em casa: “Sou adepta a cultura de desapego”

A Pedrinho Cresceu está no site Antes de Mim

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Fabiana anunciou as roupas que o filho não usa mais (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

O site Antes de Mim atraiu Fabiana Steinmetz de cara. Por ser um brechó online 100% voltado para o mercado infantil e ter uma taxa de serviço baixa, resolveu criar a sua loja e anunciar as peças que seu filho não usava mais.

Ser mãe não estava nos planos de vida, mas foi esse acaso que fez Fabiana mudar sua visão sobre o mundo. “Quando soube da notícia, senti medo, mas pensei ‘agora em diante preciso me cuidar para meu filho nascer saudável e forte e para que eu possa cuidar dele’”, conta.

Durante a gravidez e após o nascimento de Pedro, ela disse ter vivido o sentimento mais louco possível. “O amor foi crescendo, crescendo e de repente eu percebi que chegou ao nível inexplicável. Foi então que entendi o que era amor de mãe”, compartilha.

E é nisso que se baseia a relação com o filho. Ela quer ser e dar o exemplo. Fabiana fala que foi educada a reaproveitar as roupas. Usava as peças do irmão e primos e doava o que não servia mais.

“Com o Antes de Mim, é possível dar continuidade nesse aprendizado, porém falando a língua da nova geração”, comemora. Após realizar algumas compras pelo site e ter retorno positivo, ela pretende continuar o processo.

Fabiana comenta: “Sou super a favor e adepta a cultura de desapego, de fazer as coisas rodarem e de ressignificá-las”. Contribuir com o meio ambiente não é a única motivação dela. A independência financeira com o retorno das vendas tem dado um gás a mais para essa empreendedora.

Ela diz que o site é exatamente o que precisava e por isso, resolveu se aventurar. Com 3 anos de idade, Pedro ainda não participa do processo de venda, mas a mãe quer ensinar esses conceitos no futuro.

Seja a primeira roupa da maternidade ou os itens de decoração do quarto, as peças da Lojinha Pedrinho Cresceu têm um significado enorme para a família e agora Fabiana quer repassá-lo: “Espero que seja tão útil para outra criança quanto foi para meu filho e que os pais continuem propagando o consumo consciente”.

Fora a sustentabilidade incentivada no site, também há um espaço pensado para as mães. De forma anônima, você pode escrever sobre qualquer assunto que envolva o tema e ter essa troca de experiências.

Fabiana revela que já deixou a sua confissão e ainda tem um monte para contar. “Muitas de nós, mães, vivemos uma ‘solidão acompanhada’, então ter um lugar em que possamos desabafar é maravilhoso”, opina.

Por isso, ela finaliza: “Fico muito feliz que hoje existam canais como o Antes de Mim que ajudam os pais na transmissão desses valores”. Se você também tem vontade de empreender e fazer uma renda com o que está encostado em casa, crie sua loja no site e anuncie as peças do seu filho.

Leia também:

Empreendedorismo sustentável é uma boa opção para você treinar o desapego

Ensinar as crianças sobre dinheiro é importante: “Elas precisam entender como se ganha e como se gasta”

Avó cria loja online para incentivar netos a terem práticas sustentáveis