Pais

Mãe cria loja para ajudar as crianças na introdução alimentar e faz sucesso na rede social

As peças são feitas em madeira

Yulia Serra

Yulia Serra ,filha de Suzimar e Leopoldo

Raissa criou a empresa a partir da experiência com a filha (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Laura fazia muita bagunça na hora de comer e, por isso, a mãe Raissa Kapritchkoff teve uma ideia: criar produtos para facilitar esse processo. Hoje, o desejo virou negócio e ela ensina outras mães com sua experiência:  

“Criei a loja Dona Meleca em 2016. A inspiração foi minha filha, que na época começou a introdução alimentar, e fazia uma ‘meleca’ na hora da comida. Por isso, resolvi dar esse nome para o meu negócio.

Os produtos também vieram da busca de uma mãe por produtos em madeira, já que a maioria que eu encontrava em lojas eram de plásticos, em que a durabilidade é menor e não tão seguro para os bebês (que colocam tudo na boca).  

Um dos primeiros produtos foi o chocalho em madeira, pintado com tinta segura para bebês. Até hoje, esse é o item que mais sai. Além dele, tem kit comidinhas, caleidoscópio, sapato para ensinar a criança a amarrar, etc.

O chocalho é o carro chefe da loja (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Sempre soube que queria trabalhar com algo relacionado a bebês, gosto do mundo infantil, e meu primeiro emprego foi como babá na Alemanha. Tinha 18 anos e foi uma experiência incrível.

Sou ‘fora da caixinha/padrão’ e tenho como lema de vida que o ‘não’ já temos, então devemos buscar o ‘sim’ do que queremos.

Junto com a empresa Dona Meleca, também surgiu a necessidade, em 2019, de ajudar outras mães, mostrar para elas que podem ter o próprio negócio, e que se fizerem com amor e planejamento estratégico dá sim.

Com isso, criei o curso feito apenas para mulheres, que ajuda quem está começando a trabalhar com o Instagram de forma profissional. O curso chama @otaldoclubesecreto e a base é minha própria experiência como mãe/empresária.

O objetivo é tornar esse momento divertido para todos (Foto: reprodução/Arquivo Pessoal)

Minha loja foi de 0 seguidores em 2016 para quase 80 mil seguidores hoje, que chamo carinhosamente de Melequinhas. Minha missão é muito além de só vender, gosto de empoderar outras mulheres, e mostrar para elas que é possível.

Amo vê-las crescendo cada dia mais e se tornando independentes. Todos ganham com isso.”

Se você é ou quer ser empreendedora, conte sua história para nós via direct e participe do nosso projeto em parceria com a Brascol, Nascer de Novo.

Leia também:

Avó cria negócio próprio de sucesso a partir da lembrança que fez para filha e neto

Brincadeira vira coisa séria e mãe cria negócio próprio para incentivar a criatividade das crianças

Jornalista compartilha desabafos sobre maternidade no Instagram e história vira livro