Família

Pai explica morte da mãe para filha de uma maneira bem simples

Ludimila morreu após um acidente em Tocantins

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

Ludimila morreu durante prova de Triatlo (Foto: Reprodução/ Facebook )

Ludimila morreu durante prova de Triatlo (Foto: Reprodução/ Facebook )

Ludimila Oliveira Barbosa, de 40 anos, sofreu um acidente no último domingo (2) durante a 6ª etapa da Maratona Aquática do Tocantins, no lago de Palmas. Segundo informações do Metrópoles, ela teria desistido da prova durante uma forte chuva e a lancha dos bombeiros atingiu sua perna.

Após o resgate, a triatleta foi encaminhada para o Hospital Geral de Palmas e seu pé esquerdo teve que ser amputado. Na última segunda (3), cerca de 40 bombeiros se mobilizaram para doar sangue no hemocentro da capital.

A atleta deixou marido e 2 filhos (Foto: Reprodução/ Facebook)

A atleta deixou marido e 2 filhos (Foto: Reprodução/ Facebook)

Mesmo com todos os esforços, Ludimila morreu na última terça-feira (2), deixando marido e dois filhos. Ela era professora no Centro Municipal de Educação Infantil João e Maria, da Prefeitura de Palmas. O corpo de bombeiros lamenta o ocorrido e diz que “todos os procedimentos necessários para preservação da vida e elucidação dos fatos, foram e estão sendo tomados”.

Ela foi enterrada nessa quarta-feira (5) e o marido precisou consolar a filha mais nova, de 5 anos. Segundo o Metrópole, o pai disse: Mamãe, agora, tá no céu”. Ludimila começou a participa de competições desde o fim de 2017.

Leia também:

Veja como está filho de jogador dois anos após acidente da Chapecoense

Após acidente, mulher salva mãe e bebê de carro prestes a explodir

Pai perde a mulher em acidente e cuida sozinho do filho: “É difícil, mas não precisa ser triste”