;
Criança

Sempre alerta! Saiba o que fazer quando seu filho colocar algo no nariz

Conheça os riscos!

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

Conheça os sinais! (Foto: Getty Images)

A curiosidade nas crianças é muito importante para o desenvolvimento neuropsicomotor, porém é necessário tomar alguns cuidados. Seu filho não sabe que um grão de feijão, milho, ou pequenos brinquedos não podem ser colocados no nariz, então você deve ficar de olho nas mãos curiosas e saber o que fazer caso esse acidente aconteça!

Edileyne Cristina Gaz Trombini, mãe de Rhaisa, na época com 3 anos, só reparou que a filha estava com um milho de pipoca no nariz quando a menina ficou cutucando de maneira estranha. Quando ela foi dar uma olhada, a bebê colocou o nariz mais fundo e o milho entrou mais. A mãe saiu correndo para o hospital e recebeu indicações de um médico no caminho para que não deitasse a menina, evitando que o milho fosse para as vias aéreas. No hospital, eles retiraram o grão e tudo ficou bem!

otorrinolaringologista chefe do Grupo de Pesquisa em Zumbido do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, Dra. Jeanne Oiticica, disse que 15% dos casos de emergência em otorrinolaringologia são decorrentes de objetos no nariz. A maioria dos casos ocorre com crianças de 3 anos e 54% são meninos. A doutora deu algumas dicas de como lidar com essa situação!

Fique atenta! (Foto: iStock)

1. Como perceber?

Se a criança apresentar rinorreia unilateral (secreção catarral que drena, em geral, apenas por uma das narinas) e mal cheiro nasalde uma checada.

2. O que fazer?

Segundo Jeanne, os pais não devem tentar tirar o objeto de jeito nenhum, pois ele poderá ser deslocado para locais mais fundos da via aérea. Se isso acontecer, pode causar uma obstrução e precisar de uma cirurgia.

3. Quais os riscos?

“Uma das possíveis complicações é o sufocamento, em especial quando a retirada do corpo estranho é tentada fora de unidade de pronto atendimento especializada. A taxa de internação é de cerca de 4% e a taxa de óbito pode chegar a 0,7%.”

4. Como prevenir?

Você estar ao lado do seu filho não diminui as chances do acidente. Segundo Jeanne, apenas em 5% dos casos o menor encontra-se desacompanhado. “A simples presença do adulto pode não ser suficiente, em especial se o mesmo estiver ocupado ou atento a outra atividade.” A dica é mudar o ambiente domiciliar, assim objetos potencialmente perigosos ficam longe do alcance de crianças.

Leia também:

Cuidados diários com a saúde do nariz: esse hábito não deve tirar férias

Tirar meleca do nariz pode ser mais perigoso do que você imagina, revela estudo

Lavar o nariz todos os dias precisa virar hábito