Pais&Filhos no Insta

Xô, insônia! 5 dicas infalíveis para você dormir tão bem quanto seu filho

É normal a rotina com seu filho afetar o sono, mas não precisa ser pra sempre assim!

Cecilia Malavolta

Cecilia Malavolta ,Filha de Iêda e Afonso

É normal a rotina com seu filho afetar o seu sono, mas não precisa ser assim pra sempre! (Foto: Getty Images)

Uma das verdades mais frustrantes da vida de mãe: algumas noites, mesmo quando seus filhos dormem, você não. Primeiro você precisa descobrir o porquê disso e, em seguida, tente nossas dicas para pegar no sono.

Se você está estressada e ansiosa

“É legal o sono do bebê estar fora do palco, mas as crianças mais velhas têm atividades, orçamentos, festas de aniversário e feriados. Estou muito ocupada durante o dia. Parece que tudo isso me atazana quando eu deito na cama”.

O que fazer: Duas vezes ao dia dê a si mesma 30 a 60 minutos de descanso. Isso significa sem trabalho, sem fazer o almoço, sem limpar os brinquedos, mas com um banho relaxante, um livro e talvez sexo.

A maioria das mulheres precisa de 7 a 8 horas de sono e demoram cerca de 20 minutos para cochilar. Ainda não consegue aquietar sua mente? Saia da cama, acenda a luz e faça algo que te tranquilize: leia, tricote ou medite. Você também pode tentar um óleo essencial calmante.

Uma nova pesquisa também sugere que tirar 5 minutos do seu tempo à noite para anotar sua lista de tarefas para o dia seguinte pode ajudar a pegar no sono mais rápido. Quanto mais específica a lista for, melhor.

Se você não aguenta o ronco

“Eu me sinto como se eu estivesse dormindo com um urso. Eu realmente enlouqueço se formos viajar e eu esqueço meus tampões de ouvido. Às vezes eu acabo até dormindo no sofá”.

O que fazer: Mascare o ronco do seu parceiro com um “ruído rosa”, uma experiência auditiva suave e calmante. Ou você pode tentar também o “ruído branco”. Ambos irão amortecer o contraste entre o seu quarto e o ronco do seu parceiro, o que aumentará suas chances de dormir pela noite.

Se o quarto é muito quente

“Quando eu estava grávida, suava o tempo todo durante a noite. Agora, mais de um ano após o parto, eu ainda não consigo dormir sem encharcar toda a cama. Isso me incomoda demais”.

O que fazer: Manter a temperatura do quarto agradável é especialmente importante se você está amamentando ou toma antidepressivos, pois ambos podem causar suores noturnos. Para a roupa de cama e os travesseiros, procure pelos que têm resfriamento.

Se você está sobrecarregando seu tempo de tela

“Depois que minha filha dorme, eu ligo a TV e começo a ver as redes sociais ou blogs de mães. Eu não costumo usar meu telefone no trabalho, então é assim que eu gasto o tempo para mim mesma. Aí quando eu vou ver já passou da meia noite e eu preciso acordar as 5 da manhã”.

O que fazer: A luz de telefones, tablets, computadores e TVs faz seu cérebro pensar que é de dia, tornando mais difícil pegar no sono. Duas horas antes de dormir desligue tudo isso e mude para um livro ou revista.

Uma pesquisa descobriu que ler em um ambiente acolhedor e seguro pode ajudar a alcançar um físico mais relaxado e estado mental. Não leve seu telefone para a cama e deixe tudo carregando em outro cômodo.

Se você está com hábitos alimentares ruins

“Quanto mais exausta ou próxima a hora de dormir, eu penso que preciso de um chocolate ou um copo de vinho enquanto assisto TV”.

O que fazer: O açúcar no sangue deixa você ligada e tira todo seu sono. O álcool te ajuda a dormir mais rápido, mas você não entra nos estágios profundos e restauradores tão facilmente. Ambos contribuem para que você acorde durante a noite. Então em vez disso, opte por lanches amigáveis ​​ao sono como carboidratos de grãos inteiros, bananas, amêndoas e mingau de aveia com leite.

Leia também:

Tudo sobre o sono do seu bebê 

Mulheres com insônia têm mais chance de ter partos prematuros, afirma pesquisa

Sabrina Sato revela sofrer de insônia: “Também tenho ‘sonhos malucos’ durante a noite”