Engravidar

Calma, vai dar certo! Esclarecemos 6 mitos sobre a infertilidade

Nem tudo que você escuta por aí é verdade

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

dried-bouquet-on-white-background-picture-id508939100

(Foto: iStock)

A infertilidade é um problema que atinge muitos casais nos dias de hoje. Além disso, eles também enfrentam muitos comentários de pessoas que querem ajudar, mas acabam atrapalhando e afligindo ainda mais o casal. Pensando nisso, separamos seis mitos sobre infertilidade que as pessoas costumam falar. E lembre-se: fique calma, tudo vai dar certo!

Mito 1: É fácil para a maioria das mulheres engravidar

Embora seja verdade que muitas mulheres engravidam sem dificuldade, mais de cinco milhões de pessoas em idade fértil nos Estados Unidos têm problemas com a infertilidade. Certas condições e fatores de saúde, como a idade, podem afetar. Por exemplo, uma mulher saudável de 30 anos tem cerca de 20% de chance de engravidar a cada mês; enquanto aos 40 anos, suas chances caem para cerca de 5% ao mês. Mas a infertilidade pode afetar mulheres de qualquer idade.

Mito 2: Os homens não têm problemas de infertilidade

Cerca de 35% de todos os casos de infertilidade tratados nos Estados Unidos são devidos a um problema feminino. Mas o mesmo número, 35% também são atribuídos a problemas masculinos, 20% a um problema em ambos os parceiros e 10% de causas desconhecidas.

Mito 3: Infertilidade é um problema psicológico – não físico

Amigos e parentes bem-intencionados podem sugerir que “a infertilidade é coisa da sua cabeça” ou “se você parasse de se preocupar tanto, ficaria grávida”. Mas, na realidade, a infertilidade é uma doença ou condição do sistema reprodutivo – e não um distúrbio psicológico.

Mito 4: Casais que fazem sexo o suficiente irão, sim, engravidar

De acordo com a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM), mais da metade de todos os casais que buscam tratamento alcançarão uma gravidez bem-sucedida. Por outro lado, é importante lembrar que a infertilidade é uma doença médica e que os problemas às vezes permanecem intratáveis – não importa o quanto um casal “trabalhe” para resolvê-los.

Mito 5: Os maridos geralmente deixam suas esposas se são inférteis

Enquanto muitos casais acham o processo de testes de infertilidade e tratamento rigoroso, estressante e intrusivo (para não mencionar caro), eles passam por isso – juntos. Muitos parceiros também encontram formas novas e mais profundas de se relacionar e descobrem que o casamento se tornou ainda mais forte.

Mito 6: Os casais inférteis nunca serão felizes ou satisfeitos

Ser incapaz de conceber uma criança muito desejada pode encher um casal de tristeza, raiva, desespero e até mesmo uma sensação de fracasso pessoal. Embora seja normal que os casais inférteis experimentem uma gama de emoções poderosas, a maioria das pessoas passa por essa crise de vida com sucesso e gradualmente a coloca em uma perspectiva melhor. Para alguns casais, “seguir em frente” significa abandonar seus sonhos iniciais de ter um bebê. Outros casais decidem adotar. Mas em ambos os casos, os casais aprendem que existe vida após a infertilidade e encontram inúmeras maneiras de se realizarem – com ou sem filhos.

Leia também:

Estudo aponta que estresse pode causar infertilidade

Consumir açúcar e gorduras em excesso pode causar infertilidade

Infertilidade: homem responde por 40% dos casos