Engravidar

Mulher realiza o sonho de ser mãe depois enfrentar o câncer e a menopausa precoce

Linda McGahey estava se sentindo mal e acreditou que o câncer teria voltado, mas foi surpreendida com os resultados do exame

Letícia Vaneli

Letícia Vaneli ,filha de Alcides e Eugênia

Linda não apresenta nenhum sinal de que o câncer pode voltar e está muito feliz com os filhos (Foto: Reprodução / The Sun)

Linda McGahey e seu esposo, Steve, não acreditaram que estavam esperando o segundo filho. Isso porque, Linda tinha acabado de vencer a batalha contra o câncer de mama, o que teria antecipado a sua menopausa. “Ficar grávida de novo não foi algo que pensei que aconteceria depois que eu fui diagnosticada com câncer em setembro de 2014″, desabafou Linda.

Linda segurando o seu primeiro filho, Colton, no colo (Foto: reprodução /The Sun)

Ela revelou que assim que o seu primeiro filho nasceu, ela percebeu que havia uma caroço no seu seio direito o que estava bloqueando a passagem de leite. Ela e Steve foram até o hospital e depois da biopsia e ultrassom foram informados que ela estava no estágio 1 do câncer. Duas semanas depois de receberem os resultados dos exames, Linda realizou uma mastectomia e parou de amamentar o seu primogênito.

Seu oncologista teria alertado que por conta da quimioterapia, seria impossível o casal engravidar novamente. Assim que as sessões do tratamento se iniciaram, Linda não menstruou mais e sentiu os primeiros sinais da menopausa. Na época, ela tinha 40 anos.

Mas, em 2017, Linda ficou preocupada com a sua saúde e decidiu fazer um check-up para ter certeza que o câncer não teria voltado. “Fui ao meu médico e enquanto esperava pelos resultados, não pude deixar de temer o pior. Quando ele finalmente ligou, eu estava preparada para ouvir a palavra que começa com C novamente, então fiquei absolutamente surpresa ao descobrir que o cansaço que eu estava passando era porque eu estava grávida“, contou em entrevista para o The Sun

Em um ano ela engravidou, casou e realizou o tratamento para o câncer (Foto: Reprodução / The Sun)

“Eu não menstruei em dois anos depois de ter passado pela menopausa precoce, que foi desencadeada pelo tratamento do câncer. E como o médico me deu um ultra-som para provar que eu estava realmente esperando, meus olhos se encheram de lágrimas felizes”, complementou.

Jasmine é considerada como um milagre para os médicos. Hoje, a menina tem 18 meses e é linda. “Jasmine nos completa. Eu me sinto a mãe mais sortuda do mundo.”

Leia também:

Por que o número de mulheres com menopausa precoce está crescendo?

Cinco coisas que você precisa saber sobre menopausa precoce

Estou grávida, e agora? Conheça os primeiros passos e exames