Relato de mãe: “Meu útero se rompeu na gravidez e minha bebê estava vivendo fora dele”

Natalie Reeves havia sofrido na primeira gestação e tomou mais um susto com a segunda. Os médicos explicaram o quanto ela foi sortuda

Resumo da Notícia

  • Uma mãe tomou um susto ao descobrir que o útero havia se rompido e a bebê estava fora dele
  • Natalie Reeves estava na segunda gestação e também teve complicações na primeira
  • A bebê resistiu e a família está bem

Ser mãe traz muitos desafios e, muitas vezes, eles chegam antes mesmo do bebê nascer, como foi o caso de Natalie Reeves. Na primeira gestação, a experiência do parto foi traumática.

-Publicidade-
Ela passou por complicações nas duas gestações (Foto: reprodução/The Sun)

Ela precisou passar por uma cesariana depois de Nathaniel parar de chutar e ter problemas com o bombeamento do coração. Os médicos temiam por uma complicação mais séria e a transferiram para outro hospital, onde faria o parto no dia seguinte.

“Não permitiam que meu marido ficasse. E eu passei a noite acordada e sozinha, apavorada que a cada momento poderia ser o último que meu filho passava vivo”, desabafou ao The Sun.

-Publicidade-

Como combinado, no dia seguinte aconteceu o parto. “Haviam sorrisos estranhos por toda a parte enquanto eles cortavam, puxavam e apalpavam o bebê. Eu me senti vazia, mas não chorei. Foi o minuto mais longo da minha vida, mas meu menino estava perfeito”, contou.

Alguns dias depois, a família recebeu alta e pode ir para a casa. Mesmo assim, a experiência deixou marcas na mãe, que sofreu depressão pós-parto e ansiedade. Por isso, a notícia da segunda gravidez foi preocupante.

Natalie com os filhos (Foto: reprodução/The Sun)

Até porque ela demorou meses para perceber que se tratava de uma gestação. “No dia da minha cesárea, eles demoraram uma hora a mais enquanto debatiam e deliberavam, e novamente meu marido parecia ansioso”, disse.

Na sequência, ela foi para a recuperação e por um momento, não teve ideia de quão grave e perigoso havia sido a experiência que ela e a filha passaram. “O médico me disse que eu era uma mulher muito sortuda. Meu útero havia se rompido completamente. Minha filha estava vivendo fora dele por Deus sabe lá quanto tempo”, informou.

Os profissionais da saúde explicaram que isso deve ter acontecido aos poucos. “Quando eu pesquisei sobre o assunto depois, percebi quão sortuda fui”, acrescenta. A saúde mental de Natalie foi ainda mais abalada e por isso, a mãe tomou a decisão de não ter mais filhos.

-Publicidade-