Recém-Nascido

Meu bebê chegou antes da hora

Vários fatores podem provocar o parto prematuro. Entenda por que acontece, como evitar e como lidar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

meu-bebe-chegou-antes-da-hora

A gravidez normal dura de 40 a 42 semanas. O parto é considerado prematuro quando acontece entre a 20ª e a 37ª semana de gestação. O nascimento antes do tempo ocorre com mais frequência na primeira gravidez. Quem já teve o bebê antes do tempo uma vez, tem risco maior de ter outro nas mesmas condições, mas não é uma sentença. “Apesar disso, 75% das mulheres que tiveram bebês prematuros na primeira gestação terão seus filhos depois da 37ª semana na segunda”, diz Leopoldo de Oliveira Tso, pai de Gabriela e João, membro da SOGESP (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo).

As últimas décadas registraram um grande aumento de nascimento de bebês prematuros. A boa notícia é que cresceu também o número de crianças que superam essa fase complicada. “Antes, cerca de 5% dos bebês sobreviviam. Hoje, 80% deles, ainda que com baixo peso, deixam o hospital saudáveis”, conta o pediatra Renato Kfouri, pai de Mariana e Luciana, presidente da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações).

Método Canguru: bebê prematuro perto da mãe e do pai

Mãe prematura também precisa de cuidado

Vacinação de bebê prematuro

Um mundo novo: a UTI neonatal

As razões mais comuns para o bebê nascer antes do tempo são:

– rompimento da bolsa amniótica

– insuficiência do colo uterino (não consegue suportar o peso da gravidez, abrindo-se antes do tempo)

– infecção uterina

– descolamento da placenta

– hipertensão crônica

– pré-eclampsia (aumento da pressão arterial e presença de proteína na urina)

– doenças crônicas (tuberculose, sífilis etc.)

– malformações fetais

– gestação múltipla

– fertilização in vitro

Nascer antes da hora significa nascer