Bebês

Bebê de 1 mês tem diagnóstico falso e não resiste após receber alta: “Fique atenta!”

A mãe de Evianna fez um alerta!

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Evelinna morreu com 1 mês de vida (Foto: Reprodução / People)

Evianna Rose, uma bebê de apenas 1 mês morreu 48 horas depois de ir ao hospital e receber um diagnóstico estável. A mãe, Ginger, levou a menina ao médico no dia 15 de março e relembra em entrevista à revista People: “Ela acordou e eu percebi que algo estava errado. Ela estava fazendo um som estranho, como um choro fraco”.

Ela afirma que alertou aos médicos que durante a gestação tinha feito um exame para Estreptococo grupo B e o resultado foi positivo. “Mesmo assim, os médicos só fizeram exames de sangue básicos, deram soro e Tylenol. Eles disseram que era só um vírus e nos mandaram para casa”. Hoje, ela sabe que isso era um sintoma de infecção por Estreptococo do grupo B.

Geralmente, essa bactéria não causa complicações para a criança, mas o risco da infecção se complicar e se transformar em uma pneumonia, meningite ou sepse existe.  “Eu acreditei nos médicos. Eles me disseram que eu não deveria me preocupar, que era um vírus normal, que era o sistema imunológico da minha filha ficando mais forte”, desabafa.

Ginger voltou com a filha para a casa, mas o quadro parecia só piorar e a menina começou a vomitar. Por isso, a mãe levou Evianna ao médico da família e ele aconselhou que ela levasse a garota ao hospital na mesma hora, mas a criança infelizmente não resistiu.

Ginger, apesar da história triste, decidiu contar sua história para alertar outras mães sobre os riscos da infecção por Estreptococo do grupo B. “Quando eu fui diagnosticada com Estreptococo do grupo B na gravidez os médicos agiram como se não fosse nada demais, desde que eu tomasse os antibióticos na gravidez estaria tudo bem. Não me deram antibióticos no parto e nem para a minha filha após o nascimento. Quero que as mulheres saibam que testar positivo para Estreptococo do grupo B na gravidez pode ter consequências sérias e que é preciso fazer todo o tratamento e ficar atenta”.

Leia também:

Neto do ex-presidente Lula morre de doença grave aos 7 anos 

Bebê morre afogada enquanto mãe amamentava outro filho: “Estou em pedaços, mas preciso seguir” 

Sempre alerta: bebê de dois anos morre afogado ao cair em máquina de lavar