Saúde

Campanha de vacinação contra o sarampo para jovens de 15 a 29 anos termina em São Paulo

A vacinação é muito importante e ainda estará disponível nas UBS da cidade

Caroline Passos

Caroline Passos ,Filha de Maria Aparecida e Agnaldo

O número subiu para 2457 casos da doença. (Foto: Getty Images)

A campanha de imunização contra o sarampo em São Paulo terminou neste sábado, 31 de agosto, para jovens entre 15 e 29 anos. A prefeitura de São Paulo decidiu manter a vacinação para bebês entre 6 e 11 meses.  Essas duas faixas etárias têm o maior risco de contrair a doença.

A vacina será aplicada em postos de saúde e CEI/Creches, e o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é chegar a 95% da cobertura vacinal.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, as ações de bloqueios continuarão quando ocorrer alguma notificação de casos de sarampo, que normalmente são feitas por agentes de saúde. “As ações têm objetivo de interromper a transmissão da doença, independentemente da confirmação do diagnóstico. Os bloqueios são desencadeados na residência do paciente com suspeita da doença, bem como em locais frequentados por ele, como escola ou local de trabalho. Neste ano, já foram realizadas mais de 9,7 mil ações do tipo em toda a cidade”.

Por mais que a campanha para jovens tenha se encerrado, a vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, rubéola e caxumba, segue disponível nas UBS da cidade. O estado de São Paulo registrou cerca de 2457 casos da doença.

Leia também:

Secretaria de Saúde confirma 2 mortes de bebês por sarampo em SP e caso serve de alerta!

Sarampo: primeira morte pela doença é confirmada em São Paulo

Sarampo: todos os bebês de 6 meses a 1 ano agora devem tomar a vacina contra a doença