Bebês

Cuidado com a pele do bebê: os produtos naturais e orgânicos são os mais indicados

Escolher cosméticos que tenham apenas ingredientes naturais e orgânicos é uma maneira inteligente de proteger seu filho e o meio ambiente

Publieditorial

Publieditorial

(Foto: Weleda/Divulgação)

(Foto: Weleda/Divulgação)

Sabemos que os bebês são muito mais sensíveis do que os adultos em todos os sentidos. E basta tocar a pele deles para perceber que ela merece uma atenção especial. Isso porque sua barreira cutânea só apresenta características mais próximas a de um adulto a partir dos 2 anos de idade. Antes disso, a pele é mais fina e absorve com facilidade o que é aplicado sobre ela. Por isso é importante ficar atento às escolhas dos produtos e buscar opções que não agridam essa pele delicada.

Presentes na maioria dos cosméticos tradicionais, substâncias como parabenos e outros conservantes artificiais, derivados de óleo mineral, polietilenoglicol (PEGs) e corantes e fragrâncias artificiais podem ser prejudiciais para os bebês.“Os aromatizantes, por exemplo, atingem os vasos sanguíneos e chegam até o fígado, o que pode resultar em distúrbios hepáticos. Problemas respiratórios causados por cosméticos à base de compostos artificiais também são comuns”, explica o pediatra e médico antroposófico José Agop Manuchaguian. E mais: “O uso de produtos que possuem parabenos também pode provocar coceiras e alergias cutâneas nos bebês, como dermatite de contato irritativa e por hipersensibilidade”, completa.

Sabendo disso, é preciso ficar atento aos produtos que são usados nos cuidados de seu filho. Quanto menos substâncias artificiais um produto tiver, melhor. Por isso, escolher cosméticos que tenham apenas ingredientes naturais e, preferencialmente, orgânicos é uma forma inteligente de cuidar da saúde do seu filho.

O que é um cosmético natural e orgânico?

Um cosmético natural deve ser feito com o máximo de ingredientes naturais e preservar as características originais da matéria-prima. Além disso, eles causam o mínimo de impacto ao meio ambiente e testes em animais são expressamente proibidos. Os cosméticos naturais não podem conter parabenos, corantes, fragrâncias e conservantes artificiais. O uso de derivados do petróleo, como petrolatum, vaselina líquida, parafina ou óleo mineral, também não é permitido. E todo ingrediente natural é também orgânico? A resposta é não. Para isso, a matéria-prima precisa ser cultivada de maneira orgânica, sem nenhum tipo de agrotóxico, preservando sua pureza. Ou seja, todo cosmético com ingredientes orgânicos contém matéria-prima natural em sua composição, mas nem todo cosmético com ingredientes naturais contém orgânicos.

De olho na embalagem

Os cosméticos naturais precisam ter rotulagem clara para os consumidores não serem enganados. “É muito importante aprender a ler os ingredientes e os selos existentes para ter certeza que você está comprando um verdadeiro produto natural ou orgânico”, afirma Alexandre Harkaly, diretor executivo do IBD, maior certificadora de produtos naturais e orgânicos da América Latina. Como ainda não há uma legislação específica para o setor no Brasil, uma forma segura é buscar selos de certificação na embalagem. “O consumidor precisa ter cuidado com selos falsos ou termos genéricos inventados por empresas que não vendem produtos naturais verdadeiros”, completa. Além do IBD, há selos como o Natrue, de origem europeia.

Os produtos da Weleda são ótimas opções para o cuidado da saúde do seu filho. Fundada em 1921, na suíça, a marca é pioneira e líder global no desenvolvimento de cosméticos com ingredientes naturais e orgânicos. Além de não utilizar derivados de petróleo e desde sua origem nunca ter feito testes em animais, os produtos não contêm parabenos, conservantes e corantes artificiais, e todas as fragrâncias são 100% naturais. Para os bebês, a linha de calêndula oferece uma solução completa para a rotina de higiene, com creme para prevenção de assaduras, gel dental sem flúor, shampoo, sabonete e óleo vegetal para massagem. Todos contêm extrato de calêndula, uma das plantas medicinais mais eficazes para a saúde natural da pele.

A linha Calêndula, da Weleda, oferece um cuidado completo para a rotina de higiene do bebê, com creme de prevenção para assaduras, shampoo, sabonete e gel dental sem flúor. Para saber mais detalhes sobre a linha Calêndula e dicas sobre o bem-estar e saúde do bebê, acesse o site da Weleda.

 

(Foto: Divulgação/Weleda)

Shampoo & sabonete líquido de calêndula: este produto 2 em 1 pode ser usado no corpo e nos cabelos do bebê. Limpa sem agredir a pele e o couro cabeludo (Foto: Divulgação/Weleda)

(Foto: Divulgação/Weleda)

Gel dental infantil sem flúor: ideal para dentes de leite, previne cáries e formação de placas bacterianas (Foto: Divulgação/Weleda)

(Foto: Divulgação/Weleda)

Babycreme de calêndula: previne as assaduras do bebê e reduz a vermelhidão da pele na área da fralda (Foto: Divulgação/Weleda)

Leia também:

Beleza em casa! Cosméticos para fazer com ingredientes naturais

De olho no rótulo: saiba quais cosméticos são proibidos na gravidez

Calmante natural

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não