Saúde

Cúrcuma: a raiz anti-inflamatória que ajuda o metabolismo do seu filho

Veja a partir de qual idade a criança pode consumir o alimento

Marina Paschoal

Marina Paschoal ,Filha de Selma e Antônio Jorge

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

De origem oriental, o tempero que também é conhecido como açafrão-da-terra, ficou famoso por ser considerado um superalimento e a gente te mostra o porquê.

O que é?

A cúrcuma vem de uma raiz, que normalmente é ralada para a utilização em pó na culinária. O tempero possui um sabor forte, então não é bom exagerar na dosagem, para não correr o risco do gosto sobressair dentre os outros alimentos e acabar enjoando do sabor.

Do bem, mesmo! 

Já é comprovado que a raiz possui um alto poder anti-inflamatório e antioxidante, graças à presença de curcumina, que ajuda no metabolismo. O consumo regular é permitido e muito positivo.

Mão na massa

Além das vantagens nutricionais, o tempero é incluído nas refeições para colorir e dar um gostinho a mais. Pode ser utilizado no arroz, omelete, purê de inhame, dentre outros pratos. Há ainda quem bata um pouquinho da raiz em sucos e sopas, assim como é comum fazer com o gengibre. A dica é deixar para acrescentar a cúrcuma no final do preparo, para evitar a perda de nutrientes.

Tá em todas

Por ser um alimento com valor terapêutico de cicatrização e regeneração, a cúrcuma também é utilizada por quem quer reequilibrar a energia do corpo. Para isso, o tempero pode ser acrescentado ao chá, por exemplo.

Sinal amarelo

De forma geral, todo mundo pode comer e é até recomendado, por ser nutritivo. Mas, por ser um alimento condimentado, as mulheres grávidas e crianças menores de 2 anos devem consumir com moderação. Não é