Saúde

Estudo mostra que 70% das mulheres não atingem a meta de peso na gestação

A pesquisa foi feita com 1,3 milhão de grávidas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

A pesquisa foi publicada pelo Journal of the American Medical Association (Foto: iStock)

Quando o assunto é ganhar peso durante a gravidez, é tudo uma questão de encontrar o equilíbrio perfeito. Você quer comer o suficiente para que seu bebê receba todos os nutrientes, mas não quer exagerar. Exercitar-se para ter benefícios, mas também escutar o seu corpo e tomar precauções extras. Ganhar peso o suficiente para carregar o ser que cresce em você, mas manter esse ganho em um nível saudável (e confie, nós sabemos o quanto pode ser difícil quando os desejos noturnos chegam no meio da noite).

Existem orientações sobre o quanto de peso uma mulher deve ganhar com base em seu IMC pré-gravidez, converse com o seu ginecologista ou obstetra para mais informações-, mas de acordo com novas pesquisas a maioria das mulheres não alcançam suas metas.

Um estudo publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA) fornece uma ampla visão sobre o quanto de peso as mulheres grávidas estão realmente ganhando. Os pesquisadores observaram 1,3 milhões de mulheres, e de acordo com os resultados, 47% das participantes ganharam mais peso do que o recomendado, enquanto 23% ganharam menos. Se essa amostra é a representação das realidades globais, mais da metade das gestações não são tão saudáveis quanto poderiam ser.

Agora, você já sabe que controlar o peso durante esse período pode ser um pouco difícil. Mas não se preocupe, manter o registro e o controle sobre suas atividades físicas e do que você come, pode facilitar a sua saúde e a sua vida durante essas 40 semanas tão especiais.

As mulheres devem assumir o controle do ganho de peso durante a gestação (Foto: Getty Images)

A importância do monitoramento do ganho de peso pré-natal é muito importante para a previsão de resultados ao fim da gravidez. As mulheres com baixo ganho calórico correm o risco dos bebês nascerem prematuros ou com pouco peso ao nascer, aquelas que ganharam mais do que o necessário podem ter bebês maiores ou precisarem de cesarianas.

“Acredito que ainda persista entre as gestantes a crença de que elas precisam aumentar o seu consumo de alimentos para nutrir o bebê.  A realidade é que o feto é muito bom em extrair os nutrientes que precisa da mãe, fora que a fisiologia natural geralmente prioriza a nutrição do bebê em relação a da mulher”, diz Josua U. Klein, diretor médico chefe da Extend Fertility. “Como resultado, muitas mulheres ainda estão tentando nutrir os seus fetos de uma maneira que não é necessariamente efetiva, e que pode levar ao ganho de peso adicional que não é saudável para a mãe ou para o bebê- durante ou mesmo após a gravidez”.

Segundo o Dr. Klein, as mulheres devem assumir o controle de ganho de peso. É recomendado um check-up semanal, afinal o primeiro passo para perceber que você ganhou peso é acompanhar a evolução da gravidez. Uma outra prática recomendada é tentar manter-se comprometida com os seus hábitos alimentares e físicos. E não tenha medo de pedir ajuda!

Fazer escolhas alimentares saudáveis e permanecer ativa com atividades regulares é tão importante na gravidez quanto fora dela. Fazer com que esses hábitos sejam parte da sua rotina pode te ajudar a permanecer em uma faixa de ganho de peso saudável. Viu? Não é tão difícil quanto parece, né?

Leia também:

5 pontos positivos do ganho de peso na gravidez 

Você sabia? É no terceiro trimestre da gestação que o bebê ganha mais peso!

Quanto você deveria ganhar de peso na gravidez?