Criança

Menino de 3 anos pega herpes após ser beijado e caso serve de alerta: “Poderia ter ficado cego”

Baylie-Gray mora em Manchester mas o caso repercutiu no mundo todo

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

(Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Uma mãe está fazendo alerta depois que o filho de três anos foi coberto de manchas vermelhar depois de pegar herpes. Acredita-se que ele contraiu o vírus quando foi beijado por um parente. Baylie-Gray desenvolveu erupções cutâneas no rosto causadas pela doença.

A mãe, Hayley Etheridge, de 24 anos, ficou em estado de choque quando descobriu que o bebê que ela estava grávida também corria risco de contrair a doença, já que o vírus pode ser transmitido pela mãe.

Hayley notou que havia algo de errado com Baylie quando ela notou uma mancha vermelha no rosto do garoto. Na época, ela estava grávida do segundo filho, Vito.

(Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Assim que percebeu as erupções, a mãe preocupada levou o filho para o hospital e lá a equipe médica disse que o garoto havia contraído o vírus da HSV-1. A herpes é transmitida por meio da silvava e do contato da pele. Embora a ocorrência em adultos seja menor, é muito perigoso para bebês e crianças pequenas.

Para os recém-nascidos e para os fetos, a herpes pode ser muito grave, devido ao sistema imunológico não ser forte o suficiente para combater a infecção. Já as crianças são menos propensas a enfrentar complicações mortais, mas Hayley foi informada pelos médicos de que o filho poderia ficar cego se o vírus atingisse os olhos.

Acredita-se que o menino pegou a doença após ser beijado por um parente, mas a mãe de Baylie disse que era impossível para ela saber com certeza quem havia transmitido. “Quando os médicos me disseram que era herpes, fiquei chocado, as pessoas assumem que é sempre transmitido sexualmente, mas não é”, contou a mãe ao Daily Mail.

(Foto: Reprodução/ Daily Mail)

O primeiro sinal do vírus pode ser percebido próximo da boca. Os sintomas da herpes geralmente começam dentro de 20 dias após a pessoa ser contaminada. A pela fica dolorida, outros sintomas comuns são: coceira, queimação, formigamento. Também podem surgir bolhas na pela, tendo potencial para se transformar em feridas.

Baylie-Gray e o irmão mais novo, Vito, estão bem e não têm sequelas da doença. Hoje, Hayley está em campanha para uma maior conscientização junto aos pais que perderam os bebês para a herpes.

Leia também:

Bebê de 2 meses quase morre por contrair herpes e mãe faz alerta: “Não sabíamos do perigo”

Morre ator Lúcio Mauro e filho se declara em homenagem: “Eu não seria nada sem os seus ensinamentos”

Isis Valverde faz parte do time de mães que limita as visitas ao recém-nascido