Saúde

Moçambique: bombeiros de Brumadinho embarcam para ajudar as famílias vítimas do ciclone Idai

Chegou a 700 o números de mortes no país

Nathalia Lopes

Nathalia Lopes ,Filha de Márcia e Toninho

Bombeiros de Brumadinho estão embarcando para ajudar em Moçambique (Foto: Foto: reprodução/Adriano Machado/Reuters)

Depois terem participado de resgates e de buscas na cidade de Brumadinho, após o desastre do rompimento da barragem da Vale, os bombeiros militares estão indo para Moçambique ajudar nas buscas de pessoas que estão desaparecida por conta da passagem do ciclone Idai.

O ciclone que passou por três países no continente africano, deixou pessoas desabrigadas, sem acesso a água e alimentação. Em menos de 12 dias desde da passagem,  já foram registradas mais de 700 mortes. A ONU até pediu um financiamento para ajudar os países atingidos.

Os bombeiros embarcam nos próximos dias, a data ainda não foi confirmada. O corpo de bombeiros de Minas Gerais, só confirmou que eles vão realmente viajar, o grupo experiente deve ajudar na busca de corpos e sobreviventes.

Uma parte de grupo de bombeiros de Brumadinho segue no Brasil, eles ainda estão trabalhando em Minas Gerais. Existe uma lista de 88 nomes que ainda seguem desaparecidos.

Leia Também:

Bebê é resgatado de esgoto na África do Sul e vídeo emociona a internet: “Foi um milagre” 

Corpo de grávida desaparecida em Brumadinho é encontrado: “Ela nunca se foi dos nossos corações”

Brumadinho: mãe consegue salvar a vida de filho de 7 meses e emociona