;
Saúde

Neto de Lula: causa da morte do menino é divulgada e choca por não ser meningite

Arthur tinha 7 anos de idade

Izabel Gimenez

Izabel Gimenez ,filha de Laura e Décio

Arthur tinha 7 anos quando morreu (Foto: Reprodução/ Instagram @lulaoficial)

Arthur Araújo Lula da Silva, de apenas 7 anos, morreu no dia 1 de março depois de dar entrada no Hospital Bartira, do grupo D’Or, em Santo André, com febre alta. Na ocasião, o diagnostico dado ao garoto foi  meningite meningocócica, porém, a prefeitura de Santo André confirmou que o diagnóstico era falso.

De acordo com a nota oficial da prefeitura, logo depois da morte do garoto a Secretaria de Saúde local enviou amostras para o hospital e a análise descartou a possibilidade de meningite. O neto do ex-presidente Lula, na verdade, morreu por sepse, uma infecção generalizada, causada pela bactéria Staphylococcus aureus. Normalmente, ela atinge a pele, mas pode estender por toda a corrente sanguínea, chegar qualquer parte do corpo.

A informação foi confirmada pela Folha de S. Paulo que teve contato com infectologistas que acompanharam o caso e com uma fonte próxima a Lula.

Quem trouxe a informação a tona foi o deputado federal Alexandre Padilha, que também é médico infectologista. No velório de Arthur, ele confirmou que a família tinha dúvida sobre o diagnóstico e começou a apurar.  “Arthur não morreu de meningite meningocócica. Não posso dizer do que ele morreu, porque a divulgação disso é uma decisão da família. Mas posso afirmar do que não foi. O agente etiológico não é o meningococo”, disse Padilha, de acordo com o Fórum.

Leia também:

Neto de Lula teve diagnóstico falso e não morreu de meningite meningocócica, diz médico 

Neto do ex-presidente Lula morre de doença grave aos 7 anos 

Meningite meningocócica: entenda a doença que levou o neto de Lula à morte em poucas horas