Criança

Recém-nascido: teste da bochechinha traz mais benefícios do que do pezinho e você precisa entender!

O exame consegue detectar mais de 287 doenças

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

(Foto: reprodução / Getty Images)

A área de saúde cresce cada vez mais e não choca ninguém! Exemplo disso está no anúncio da evolução da área neonatal, com chegada do Teste da Bochechinha. Trata-se de um exame de triagem para recém-nascidos e bebês, capaz de detectar 287 doenças, que apesar de graves e silenciosas, são todas tratáveis. Comparado ao teste do pezinho (que aponta seis doenças), o da bochechinha tem um percentual superior a 4.800% na análise de doenças.

O teste já foi comprovado por anos de pesquisa e desenvolvimento e complementa o método tradicional, ampliando o número de doenças genéticas e/ou congênitas analisadas. Todas as patologias que o teste da bochechinha consegue captar têm solução quando diagnosticadas precocemente.

Isso tudo quem está comandando é Mendelics, maior laboratório genético da América Latina e o único no Brasil a realizar o exame. O teste está sendo oferecido em até 10 parcelas de R$ 79,90 pelo portal. “Algumas dessas doenças podem ter consequências sérias, como a paralisia de membros e no pior dos casos, a morte. Quanto mais cedo puderem ser identificadas, maiores as chances de uma vida saudável”.

O teste salvou o meu filho

Mãe de Lucca, de 1 ano e 3 meses, Julianne Guerreiro passou por grandes preocupações nos primeiros meses de vida do filho. O bebê, que não crescia e nem engordava, exibia claros sinais de que estava doente. Depois de passar por baterias de exames e vários médicos, a mãe descobriu o teste da bochechinha, que diagnosticou Glicogenose Tipo 3 em Lucca.

Hoje, em tratamento contínuo com alimentação controlada à base de aveia e amido de milho, Julianne conseguiu reverter o quadro do filho e controlar a doença. “Caso eu não o tratasse corretamente, ele poderia ter uma hipoglicemia, causando também uma convulsão e até, um estado de coma. Se não fosse o teste da bochechinha, eu perderia o meu filho”, finaliza.

Leia também:

Dia Nacional do Teste do Pezinho: a importância e a luta para a ampliação do exame na rede pública

Teste do Pezinho é importante, sim!

Muito além do Halloween: conheça os benefícios da abóbora para a saúde