Saúde

Veja como está o bebê fumante da Indonésia hoje

Após 10 anos, Ardi Rizal participou do Domingo Show

Ingrid Campiteli

Ingrid Campiteli ,filha de Sandra e Paulo

 

Ardi fui influenciado pelo pai a fumar. (Foto: Reprodução / Jornal Record)

Ardi Rizal é um menino, da ilha de Sumatra, na Indonésia que ficou famoso mundialmente aos 2 anos de idade, quando um vídeo dele fumando sem parar viralizou na internet em 2007. O menino era tão viciado em nicotina que chegou a fumar 40 cigarros por dia.

No último domingo, 30 de junho, o apresentador Geraldo Luís no programa “Domingo Show”, da Record TV mostrou a recuperação de Aldi após 10 anos. O menino deixou o vício há seis anos, e veio para o Brasil fazer alguns exames e conhecer a praia, e ainda de acordo com os médicos, ele não teve nenhuma complicação pulmonar por conta dos cigarros.

“O pulmão dele não tem nenhuma lesão, como câncer, tumor ou enfisema”, informou o médico Antonio Sproesser, do Hospital Moriah. E para o apresentador, havia muitas dúvidas e medos por conta do exame. “A apreensão nossa era muito grande por causa do exame, mas graças a Deus ele está bem”, disse Geraldo.

Na época, o governo da Indonésia acabou entrando no caso da criança e, com ajuda de profissionais, ele conseguiu ter uma vida saudável e superar o vício. “Estou feliz agora. Me sinto mais entusiasmado e meu corpo está renovado”, revelou o menino à CNN.

 

Menino foi o programa da Record (Foto: Reprodução / Record TV)

 

A história do bebê fumante

O primeiro cigarro foi oferecido ao Ardi pelo pai, quando tinha apenas 1 ano e meio de vida. Desde Desde então, o menino desenvolveu uma dependência à nicotina e piorou gradualmente até atingir a quantia de 40 cigarros diários.

Em pouco mais de quatro anos, o menino fumou cerca de 47 mil cigarros. Ele precisou de um tratamento especializado para se livrar do cigarro e, a partir disso, veio a compulsão por comida e Rizal se jogou em alimentos gordurosos e consumia três latas de leite por dia. Pesava 24kg com apenas cinco anos.