Kobe Bryant é homenageado por jornalista da ESPN em vídeo emocionante: “Morreu fazendo o que amava”

O jogador e a filha de 13 anos morreram em um acidente de helicóptero

Kobe e Gigi não sobreviveram ao acidente (Foto: reprodução/ Instagram @kobebryant)

No último domingo, dia 26 de janeiro, o ex-jogador de basquete Kobe Bryant morreu, aos 41 anos. O  jogador do Los Angeles Lakers estava em um helicóptero que caiu em Calabasas, na Califórnia, Estados Unidos, com outras pessoas, inclusive, uma das filhas.

-Publicidade-

Gianna Bryant, de 13 anos, era uma promessa do basquete americano e motivo de orgulho para Kobe. Ele era casado com Vanessa e tinha outras três filhas Natalia, Bianca e Capri, de apenas 7 meses. O ex-jogador recebeu muitas homenagens ao longo da semana.

Ele disse que se pudesse, teria mais 5 meninas (Foto: reprodução/ Instagram @kobebryant)

A jornalista da ESPN, Elle Ducan, fez uma homenagem especial para Kobe. Ela contou a experiência que teve em encontrá-lo, na época que estava grávida de 8 meses. Ele, como sempre, adorava ressaltar que era pai de meninas.

-Publicidade-

“Eu encontrei Kobe uma vez, nos bastidores de um evento da ESPN em Nova York”, explica a jornalista. “Quando cheguei perto dele, ele imediatamente viu minha imensa barriga de 8 meses de gravidez. ‘Como você está? O que vai ser?’ Uma menina, eu disse”. Ela ainda conta que ele ficou muito feliz ao saber que era menina.

“Meninas são as melhores. Seja grata por este presente, meninas são incríveis. Se pudesse, teria mais cinco”. Para finalizar, ela contou: “A única coisa que me conforta um pouco é saber que ele morreu fazendo o que mais amava. Sendo um pai. O pai de uma menina”.

Assista o vídeo, clicando aqui.

Leia também: 

Casal faz chá de bebê inspirado nos Lakers e descobre morte do Kobe Bryant no mesmo dia

Kobe Bryant e esposa tinham acordo de não voarem juntos antes de acidente que matou pai e filha

Kobe Bryant pretendia escrever um livro infantil com Paulo Coelho e história vem à tona

 

-Publicidade-