Mãe contraria médicos e cuida de netos enquanto filha está em coma: “Foi um milagre”

Kertisha começou a passar mal enquanto estava cuidando dos filhos e alguns dias depois entrou em coma e os médicos contaram para a mãe que ela teve morte cerebral

Resumo da Notícia

  • Mãe de 31 anos estava com os filhos quando começou a ter convulsões
  • Depois de ter entrado em coma, os médicos falaram que ela teve morte cerebral
  • A mãe dela não desistiu mesmo quando sugeriram que desligasse os aparelhos
  • Ela acordou 7 meses depois
Ela tinha 31 anos na época (Foto: reprodução/ Facebook)

Kertisha Brabson, de 31 anos, mora Ohio, Estados Unidos, com a família. Ela é mãe de duas crianças e tinha uma vida comum e tranquila até que, em 2018, ela começou passar mal e foi para o hospital para descobrir o que tinha. Quando chegou lá, tudo começou a mudar.

-Publicidade-

Ela começou a ter convulsões e, alguns dias depois, acabou entrando em coma. Kertisha estava lutando contra uma doença auto-imune rara que pode afetar a função cerebral, segundo o site Little Things. “Era uma loucura porque o corpo dela estava se deteriorando diante dos seus olhos”, disse a mãe de Kertisha ao WJW Cleveland.

Ela não se lembrava dos filhos quando acordou, mas aos poucos se recuperou (Foto: reprodução/ Facebook)

Os médicos finalmente conversaram com a mãe da moça sobre a possibilidade de desligar os aparelhos que a mantinham viva, já que consideraram que Kertisha estava com morte cerebral. A mãe dela preferiu transferir a filha para o Centro Médico Wexner da Universidade Estadual de Ohio.

-Publicidade-
Mesmo os médicos falando que ela não iria acordar, a mãe nunca desistiu (Foto: reprodução/ Little Things)

Sete meses após Kertisha entrar em coma, ela finalmente acordou. Nos primeiros momentos que esteve acordada, ela não conseguiu reconhecer a mãe ou os próprios filho. Em um depoimento, ela disse que não acreditava que tivesse dormido por 7 meses. “É um milagre”, disse ela. Para ver o vídeo, clique aqui.