Sorrisos podem indicar desenvolvimento dos bebês

A forma como eles entendem o mundo pode estar refletida nas risadas

-Publicidade-

Um médico britânico está investigando o que o sorriso pode significar sobre o desenvolvimento de bebês. Caspar Addyman acredita que estes estudos podem indicar a maneira que eles enxergam o mundo ao redor. E como os sorrisos começam muito cedo podem ser identificados como uma forma de comunicação entre mães e bebês antes mesmo da linguagem.

A pesquisa foi realizada ao redor do mundo e o médico coletou cerca de 700 questionários sobre o assunto. Ele descobriu que os bebês sorriem em resposta a sensações prazerosas muito antes do que se imagina. Com um mês de vida eles já reagem ao que os fazem sentir bem.

-Publicidade-

De acordo com as pesquisas de Addyman, nós subestimamos o senso de humor dos bebês. Segundo ele, as crianças entendem o ritmo da conversa através de piadas e jogos e por isso usam a risada como primeira forma de comunicação antes da fala.  O bebê tenta manter a atenção do adulto quando sorri, estimulando mais brincadeiras. E quem é que resiste ao sorriso de um bebê? É difícil.

Segundo o psicólogo suíço Jean Piaget, a maior influência sobre o desenvolvimento infantil, no início da vida os bebês aprendem sobre o mundo ao interagir diretamente com ele – agarrando, chacoalhando e colocando objetos na boca. E é através das experiências que a criança vai aprendendo sobre como o mundo ao redor funciona.

Por isso, para Addyman, pesquisar sobre o sorriso infantil vai ajudar estudiosos a entenderem mais sobre o desenvolvimento da mente da criança. Ele diz que você só pode rir de algo que entende e por isso as risadas vão mostrar o que já faz sentido para os bebês. Quando eles acham graça em algo é sinal de que o cérebro está se desenvolvendo.

Um exemplo funcional são as brincadeiras de esconder o rosto e reaparecer logo em seguida. O Projeto Baby Laughter entrevistou pais e mães em mais de 20 países e demonstrou como a brincadeira pode indicar o desenvolvimento cerebral fundamental: aquele que identifica que algo continua a existir mesmo quando você deixa de vê-lo.

Os bebês de até seis meses ficam surpresos com a brincadeira porque eles não entendem ainda. Eles acreditam que a pessoa simplesmente desapareceu e por isso a reaparição faz com que eles caiam na risada. Entre os seis e oito meses eles já entendem que quem está brincando está apenas se escondendo, e a graça agora está em ver a pessoa novamente.

Para Addyman, essa brincadeira é valiosa porque os bebês vão desenvolver a habilidade de interagir com as pessoas ao seu redor.

Os sorrisos e risadas podem contribuir para você entender o seu filho e interagir com ele desde cedo. Mas é preciso interpretar cada sorriso com cuidado para dizer o que realmente significa. Addyman afirma que é preciso um olhar científico primeiro, e em todas as idade, para realmente entender o que acontece com eles enquanto estão rindo.

-Publicidade-