Matilda na vida real: Menina de 9 anos foi adotada pela professora após sofrer em lares adotivos

Zoe Henry se encantou pela aluna assim que passou a dar aulas para ela e desejou ter a guarda da criança

Resumo da Notícia

  • Professora adotou menina de 9 anos que sofria em lares adotivos;
  • Loralie Henry ja morou com a mãe biológica;
  • A menina está sendo comparada com Matilda, do filme Matilda (1996).

Loralie Henry, de 9 anos, Los Angeles, foi adotada por sua professora da segunda série após sofrer em diversos lares adotivos. A menina foi para um orfanato quando tinha apenas 4 anos. Aos 5 a mãe biológica pediu a guarda novamente, mas aos 6 estava de volta à rotina de viver em lares adotivos.

-Publicidade-

A história da menina vem sendo comparada ao filme “Matilda” de 1996, em que a protagonista também é ignorada pelos pais e é adotada por sua professora, com a qual tem um grande afeto.

Loralie contou em entrevista ao jornal Metro UK que passar esse tempo todo no orfanato foi assustador. “Eu não sabia o que esperar de lares adotivos. Eu realmente não sabia o que fazer. Então pensei: ‘Bem, o que devo fazer? Tem alguém esperando por mim?’ Eu estava realmente com medo”, desabafou.

A professora Zoe Henry se encantou por Loralie desde o primeiro encontro
A professora Zoe Henry se encantou por Loralie desde o primeiro encontro (Foto: Reprodução/Metro UK)

Zoe Henry, professora e mãe de Loralie, não tinha planos de adotar uma criança, mas afirmou ao Metro UK que esse pensamento mudou no momento em que conheceu Loralie, há dois anos. “Ela entrou na minha aula e eu apenas dei uma olhada nela, suas pequenas sardas, sua pequena marca de nascença, e pensei: ‘Eu vou adotar essa menina. Ela é minha filha’”, contou.

Zoe inicialmente pensou que Loralie seria adotada por outra família, mas quando isso não aconteceu, ela implorou aos assistentes sociais que a deixassem adotá-la. Depois de 1.445 dias de processos bruocráticos, Loralie foi adotada.

A menina relembra o momento que sua professora lhe disse que iria adotá-la: “Lembro-me do momento em que estávamos sentadas perto do carro, e ela disse: ‘Você vai vir comigo’. Fiquei tão surpresa e feliz, ganhei o presente de Natal antecipado”, exclama.