Mulher agride criança e mãe se desespera após ver vídeo da câmera de segurança: “Covarde”

Após o filho contar o que aconteceu, Amanda pediu para ver as imagens do condomínio e ficou bastante surpresa pelo que havia acabado de acontecer

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu no Rio de Janeiro
  • Gabriela Laia está sendo investigada
  • A mãe da criança fez um desabafo sobre como está o filho

No último domingo, 22 de novembro, Gabriela Laia está sendo investigada após agredir uma criança de sete anos no parque de um condomínio, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo informações do UOL, a mãe da criança disse que a mulher também deixou que o filho batesse no menino.

-Publicidade-
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil (Foto: reprodução / vídeo / Youtube)

A partir das imagens da câmera de segurança, é possível ver ela dando tapas na cabeça da criança. Em um desabafo, Amanda Pereira, de 38 anos, contou como se sentiu quando soube o que aconteceu com o próprio filho.

“Eu estava em casa e eu recebi uma ligação dizendo que meu filho estava sendo agredido e quando eu desci, meu filho estava chorando em um canto. A agressora veio até mim, segurou na mão do meu filho, segurou na mão do filho dela e fez eles se abraçarem para um pedir desculpas ao outro. Nisso, os moradores ficavam dizendo que aquilo era mentira, que ela tinha agredido meu filho, eu perguntei para ele, mas eu senti que ele estava com medo e balançou a cabeça dizendo ‘não’. Eu chamei uma amiga minha, que me avisou do ocorrido, e assim que ela chegou e disse que a Gabriela tinha agredido meu filho, a mãe da agressora bateu na minha amiga. Foi uma confusão”, contou à UOL.

-Publicidade-

Logo após o incidente, Amanda foi até a administração do prédio com o filho e pediu acesso às imagens de segurança. “eu vi que ela fez essa covardia com meu filho. Ela deu uma pancada na cabeça do meu filho, coagiu ele, xingou ele várias vezes, apontou o dedo na cara dele e ainda fez o filho dela bater nele. E ela só ficou olhando”, lembrou.

COMEÇOU A BLACK FRIDAY!

A Black Friday da Amazon chegou! Para conferir os produtos com descontos incríveis em todas as categorias do site, clique AQUI! Aproveite também o cupom OUTLET30 e ganhe 30% off em itens selecionados clicando AQUI. Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI.

Após a agressão, a mãe lamenta os traumas que ficaram no filho, principalmente o medo de voltar a brincar. “Meu filho está assustado, com medo de descer, de frequentar os locais. Ele sempre brincou no play, ele sempre gostou muito de brincar. Depois de tudo, ele contou para mim que ele e o amigo brigaram de empurrar um ao outro, só que a criança subiu [para casa] com o pai, que é policial civil. Ela inclusive se prevalece muito disso, dizendo que o marido é policial. E aí ela [agressora] disse que meu filho tinha espancado o filho dela. Todos os moradores estão revoltados e fizeram uma manifestação aqui no condomínio. Ela é uma pessoa detestada aqui, eu cheguei a achar que as pessoas pudessem estar botando pilha para eu brigar com ela, mas não. Ela foi covarde”, concluiu.

Até o momento, o caso está sendo investigado pela Polícia Civíl e uma audiência foi marcada para fevereiro. A mãe confirmou também ao site que abriu um processo por danos morais e agressão contra Gabriela.

Veja o vídeo:

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-