BBB 22: avó de Viny conta reação após neto contar que é gay antes de entrar para o programa

A avó ainda contou que Viny, atual participante do Big Brother Brasil 22, já sofreu agressões físicas por ser gay.

Resumo da Notícia

  • O Viny, participante do BBB 22, já sofreu agressões físicas por ser gay
  • A avó do participante ficou preocupada com a reação das pessoas ao redor
  • O outro participante do reality, Eliezer, se sensibilizou com a história do Viny

Sabemos como pode ser difícil se abrir com a família sobre assuntos amorosos, principalmente quando essa temática vem envolta de muitos críticas. Para evitar possíveis julgamentos, o Vyni, simbólico participante do Big Brother Brasil 2022, optou em revelar à sua família, sobre sua orientação sexual, pouco tempo antes de embarcar ao Rio de Janeiro, cidade onde ocorre as gravações do reality show.

-Publicidade-

“Ele juntou todo mundo aqui e falou. Eu chorei muito de tristeza, porque a minha maior preocupação é com o que poderia acontecer com ele na rua. Não quero que ele seja agredido”, contou a avó do participante ao portal iBahia.

Viny assume sua orientação sexual à família dias antes de entrar no BBB (Foto: Reprodução/TV Globo)
Viny assume sua orientação sexual à família dias antes de entrar no BBB (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ainda complementou a avó do participante: “Vyni sofreu muito bullying desde pequeno por ser mais dócil e ter esse jeitinho delicado. Já vi ele chorando por causa disso, mas sempre estive ao seu lado. Não tem coisa que mais me machuca do que ver ele triste”.

Além disso, dentro do programa, na madrugada do dia 11 de fevereiro, em um desabafo com o outro participante Eli, Viny comentou sobre as vezes pelas quais apanhou na rua por conta de sua orientação sexual. Durante a conversa, Eliezer questiona quantas vezes o outro brother já foi agredido por gay. “Isso que eu estou contando não foi só uma vez não”, comentou Viny.

Indignado com a situação que o amigo já passou, Eliezer faz uma nova pergunta. Questiona por que o Viny não se direcionou até uma delegacia. “Eli, de que ia adiantar?”, respondeu Viny.