Criança de 4 anos cai de prédio em Uberlândia e no local não tinha nenhum adulto, segundo policiais

Conforme primeiras informações da polícia, não tinham adultos no local onde aconteceu a queda da criança

Resumo da Notícia

  • A criança de seis anos caiu de prédio em Uberlândia
  • Conforme informações, não tinha nenhum adulto no local
  • Felizmente a criança não sofreu lesões

Criança de seis anos caiu do 2º andar de um prédio, na tarde desta terça-feira, 17 de maio, no bairro de Chácaras Tubalina, em Uberlândia, Minas Gerais. Conforme as primeiras informações da polícia militar, a criança estava com outro menor de idade no apartamento e não tinha nenhum adulto presente.

-Publicidade-

De acordo com a polícia, a criança caiu em cima de um toldo que estava no estacionamento do prédio e felizmente não teve lesões. A queda foi de, pelo menos, 1,5 de altura. Logo o corpo de bombeiros foi acionado mas não foi necessário levar a criança para o hospital.

Os pais não estavam no local na hora que a criança caiu do prédio
Os pais não estavam no local na hora que a criança caiu do prédio (Foto: iStock)

Os pais da criança até o momento, não foram localizados e a polícia civil segue procurando o casal. O Conselho Tutelar foi chamado para tomar decisões cabíveis sobre o caso.

Mais uma criança que cai de prédio

Uma criança de quatro anos passou por uma fatalidade na terça-feira, 26 de abril. O menino caiu da janela do décimo andar de prédio, no Centro de Colatina, Espírito Santo. Segundo informações da Polícia Militar, felizmente a queda foi amortecida pela rede de proteção. O Corpo de Bombeiros disse que o garoto está com algumas lesões nos braços e nas pernas.

Depois dos primeiros socorros, o garoto foi encaminhado para o Hospital Maternidade São José, por meio de um SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Segundo informações, a criança estava no apartamento com os irmãos de 18 e 20 anos.

O garoto caiu do décimo andar (Foto: Reprodução/ Alessandro Bacheti/TV Gazeta)

O irmão mais velho falou para polícia militar que estava dormindo na hora do acidente. Já, o jovem de 18 anos disse que tinha ido até a portaria e que sentiu a falta do irmão. Quando os irmãos foram procurar, encontraram ele caído.

Os moradores do mesmo prédio falaram para o G1 que os pais viajaram para Governado Valadares a trabalho mas por conta do acidente, estão voltando para o Espírito Santo. O estado de saúde da criança não foi divulgado.