Crianças ficam com distúrbio após farmacêutica confundir remédio de calvíce com xarope

Vinte famílias espanholas relataram o problema e o laboratório foi fechado pela Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde

Resumo da Notícia

  • Um erro em uma farmacêutica espanhola fez com que 20 crianças que tomaram xarope para dores no estômago começassem a desenvolver  pelos em todo o corpo
  • O caso que ocorreu em 2019 voltou à tona após as famílias entrarem em contato com o portal Daily Mail para dizer que o distúrbio continua acontecendo, mesmo quase dois anos depois
  • A suspeita é de que o laboratório tenha trocado a fórmula do xarope com a receita de um remédio que trava calvície

Um erro em uma farmacêutica espanhola fez com que 20 crianças que tomaram xarope para dores no estômago começassem a desenvolver uma grande quantidade de pelos em todo o corpo. O caso que ocorreu em 2019 voltou à tona após as famílias entrarem em contato com o portal Daily Mail para dizer que o distúrbio continua acontecendo, mesmo quase dois anos depois, e que nenhuma atitude foi tomada.

-Publicidade-
O caso aconteceu com 20 crianças (Foto: Newsflash)

A suspeita é de que o laboratório tenha trocado a fórmula do xarope com a receita de um remédio que trava calvície. Os rótulos trocados foram distribuídos por Granada, Cantábria e Valência, e só foram descobertos após um processo judicial de um grupo de parentes das crianças

O erro pode ser irreversível (Foto: Newsflash)

Um pediatra que avaliou as crianças explicou ao portal que elas foram tratadas com uma grande quantidade de minoxidil, um estimulante de crescimento de pelos, enquanto na verdade deveriam estar tomando omeprazol. O erro acabou causando um quadro de hipertricose nessas vinte crianças. A condição não tem cura e ainda não se sabe se a doença será reversível nesse caso.

O caso está na Justiça (Foto: Newsflash)

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, o caso está na Justiça desde julho de 2019, representado pelo advogado Javier Diaz Aparicio. A Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde retirou lotes do mercado na época e fechou o laboratório responsável, recolhendo todos os medicamentos.