Filho de morador de 61 anos morto em enchente tentou salvar o pai: “Segurei no colo até ser arrastado”

No último fim de semana, o alto nível de chuvas da região de Jaú, em SP, destruiu diversas casas e estabelecimentos. Ederson conversou com a TV TEM e admitiu que o pai estava passando por um tratamento médico e, por causa disso, estava com a saúde bastante debilitada

Resumo da Notícia

  • Filho de morador de 61 anos morto em enchente tentou salvar o pai
  • No último fim de semana, o alto nível de chuvas da região de Jaú, em SP, destruiu diversas casas e estabelecimentos
  • Ederson conversou com a TV TEM e admitiu que o pai estava passando por um tratamento médico e, por causa disso, estava com a saúde bastante debilitada

Ederson Gustavo Saes admitiu, em entrevista a TV TEM, que tentou salvar o pai das fortes enxurradas de chuva que atingiram a região de Jaú, em São Paulo, e destruíram diversas casas e estabelecimentos.

-Publicidade-

Ele contou que tentou de tudo para ajudar Edson Aparecido Saes, de 61 anos de idade, que passava por um tratamento médico por causa da saúde debilitada.

As enchentes destruíram diversas casas e estabelecimentos da região
As enchentes destruíram diversas casas e estabelecimentos da região (Foto: Reprodução/ TV TEM)

“Estava eu e o meu pai na casa, com água no pescoço. Eu segurei ele no colo até ser arrastado”, relembrou Ederson, de 31 ano de idade. “Veio um água mais forte e arrastou ele. Só consegui encontrar ele depois de um tempo, na sala, e ele já estava morto”.

Ederson ainda contou que uma Kombi, veículo utilizado no trabalho da família, também foi arrastada pela correnteza. “A chuva arrastou a Kombi do meu pai, nem sem onde foi parar e agora estou esperando para a gente conseguir tirar ele da casa e poder dar um enterro digno para ele”, admitiu, enfim.