Fotógrafa registra brincadeiras infantis ao redor do mundo

Nancy Farese viajou para 14 países para poder observar crianças do mundo todo e suas típicas brincadeiras

Resumo da Notícia

  • Uma fotógrafa norte-americana viajou o mundo para registrar brincadeiras infantis;
  • Nancy reparou como as crianças superam as dificuldades por meio de atividades lúdicas;
  • Em seu novo livro, a fotógrafa tem mais de 100 fotos com o mesmo tema: criar momentos feliz em meio aos desafios de estar em ambientes de guerra.

Por mais de 10 anos, Nancy Richards Farese viajou de continente em continente, em mais de 14 países, absorvendo diferentes culturas e analisando o comportamento das crianças de cada país que visitou. De Burkina Faso a Honduras, da Etiópia a Espanha.

-Publicidade-

A fotógrafa, empreendedora social, escritora e filantropa observou um traço comum entre as crianças: as brincadeiras. Não importa se o local que vive está enfrentando dificuldades políticas, se estão em um ambiente de guerras ou dividem a comida com milhares de patriotas refugiados. Apesar das dificuldades, todas as crianças aproveitam o ‘tempo de criança’.

Nancy registrou milhares de crianças soprando cata-ventos, puxando garrafões de água transformados em brinquedos improvisados, pipas e caminhões improvisados feitos de fitas cassetas antigas, e o que mais a imaginação dos pequenos permitirem. Eles saltam, se viram e correm sem preocupação.

Foto tirada no estado da Califórnia, Estados Unidos
Foto tirada no estado da Califórnia, Estados Unidos (Foto: Reprodução/CNN Brasil/Nancy Richards Farese)

“A gente vai lá para fotografar todo esse trauma e as dificuldades, e ainda assim nota que as crianças deslizam por uma colina de lama; elas criam brincadeiras incríveis e elaboradas com tampas de garrafas e sapatos e outros materiais diversos”, explicou a CNN.

“Os outros adultos e eu tínhamos uma ideia sobre a seriedade da situação daquele lugar e, no entanto, as crianças faziam algo de forma muito natural para ajudá-las a superar a situação”, finaliza.

Imagem tirada nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/CNN Brasil/Nancy Richars Farese)