Gabi Brandt afirma que já teve suspeita de câncer no útero, e hospital vazou dados confidenciais

Nos stories do Instagram pessoal, Gabi Brandt demonstrou indignação sobre o caso de Klara Castanho e afirmou que também já teve dados vazados por hospital de forma antiética

Resumo da Notícia

  • Gabi Brandt utilizou dos stories para fazer desabafo sobre ter dados vazados por hospital
  • No relato ela comentou sobre câncer de útero em histórico familiar e os exames que fez para constatar que não tinha a doença
  • A mãe de Henri e Davi comentou também sobre a repercussão das notícias vazadas sobre Klara Castanho e afirmou: "Um absurdo"

No domingo do dia 26 de junho, Gabi Brandt utilizou dos stories no Instagram pessoal para desabafar sobre exames que fez quando estava com suspeita de câncer de útero. Na rede social, ela comentou sobre o vasto histórico familiar com a doença, que foi a motivação para que ela fizesse os exames, e que a própria mãe já teve que lidar com um tratamento complexo para estar saudável novamente, o que faz com que o assunto seja muito delicado para a família.

-Publicidade-
Em relato nos stories, Gabi Brandt afirma que já teve dados vazados por hospital
Em relato nos stories, Gabi Brandt afirma que já teve dados vazados por hospital (Foto: Reprodução/Instagram/@gabibrandt)

O relato partiu dos comentários de Gabi Brandt sobre os acontecimentos recentes envolvendo a atriz Klara Castanho. A mãe de Henri e Davi pediu para que as pessoas imaginassem como é ter um fato traumático exposto dessa forma e expressou: “Um absurdo”.

Logo em seguida, Gabi Brandt afirmou que também já teve dados, que deveriam ser confidenciais, vazados por uma profissional de um hospital, e relatou: “Tinha nome da minha médica, meu plano de saúde, data de entrada, horário de alta. Tinha tudo. Como não estava especificando que era uma biópsia para investigar um possível câncer, isso abriu margem para a imaginação das pessoas. Acho que estava lá exame intrauterino, e começaram a especular um monte de coisa. Eu estava internada no hospital e minha mãe ficou sabendo”.

Além disso, a influencer compartilhou que quando o caçula, Henri, precisou ficar internado, ela optou por levá-lo em um hospital distante de São Paulo, porque queria resguardar a intimidade do filho. “Eu levei ele em um hospital do outro lado da cidade, muito longe. Por que imaginei que lá eles seriam mais sérios, mas todos os hospitais deveriam respeitar o sigilo do paciente. É surreal”, afirmou.