Hospital recusa ajudar mulher de rua que deu à luz em frente a maternidade

O bebê ficou caído na calçada e as imagens repercutiram na internet

Resumo da Notícia

  • Mulher dá à luz em frente a maternidade
  • O hospital se recusou a atendê-la
  • A criança ficou caída na calçada

Uma moradora de rua deu à luz em frente à Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, no Acre. O bebê ficou caído na calçada chorando ao lado da mãe que estava de pé. O caso aconteceu nesta última terça-feira, 25 de janeiro.

-Publicidade-

Um homem que estava passando próximo ao local, afirmou que pediu ajuda ao hospital, mas que os funcionários negaram. Ele também conta que, possivelmente, a mulher também tenha tentado ajuda no local.

“A mulher ganhou neném na porta da maternidade, fui lá, chamei os caras da recepção e ninguém quis ajudar. Acredito que é moradora de rua, não vi ela com ninguém. Vinha uma mulher, correu, tirou uma toalha de dentro da bolsa e levou o bebê e eu peguei a cadeira de rodas e levei ela. Cheguei lá em cima e eles não queriam atender ela porque tem que ter um responsável, mas deixei ela lá. Tem que ser atendido, é ser humano”, disse ele.

Mulher dá à luz em frente a maternidade
Mulher dá à luz em frente a maternidade (Foto: Reprodução / G1)

No entanto, Laura Pontes, gerente-geral da Maternidade afirmou que o bebê está sendo avaliado e que a mãe será acompanhada por um psiquiatra. “A paciente quando deu entrada na maternidade já foi acolhida, a bebê encontra-se bem, com saúde e o pediatra já está acompanhando. Com relação à mãe, nós estamos solicitando acompanhamento psiquiátrico, ela tem um discurso desorganizado, não aceita que estava grávida e não quer ver o bebê. Então, tivemos que ter esse cuidado de solicitar um psiquiatra”, disse ela.

“Ela não sabe dizer onde mora, diz que não tem familiar. Estamos tendo essa dificuldade de achar familiares para podermos dar continuidade. Já acionamos o Conselho Tutelar também e o Ministério Público para darmos os devidos cuidados à mãe e ao bebê”, acrescentou.

Sobre o ocorrido no dia do nascimento ela contou que as informações estão sendo apuradas. “Nós estamos apurando o fato, como que ocorreu esse parto em frente à maternidade. Inclusive estou aqui na frente conversando com as pessoas. O que aconteceu foi que ela teve a bebê em frente à maternidade. O que estou averiguando é justamente para saber quem abordou esse pedido de socorro aqui dentro da unidade. Estou averiguando essa situação, se houve negativa vamos tomar as devidas providências”, concluiu.