Mãe de Paulinha Abelha não acompanha enterro da filha após passar mal

Dona Josefa Abelha passou mal e não acompanhou o velório de Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta. Paulinha faleceu na última semana após complicações renais

Resumo da Notícia

  • Mãe de Paulinha Abelha não acompanha enterro da filha após passar mal
  • Dona Josefa Abelha passou mal e não acompanhou o velório de Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta
  • Paulinha faleceu na última semana após complicações renais

A mãe de Paulinha Abelha passou mal e não conseguiu acompanhar o enterro da filha. Dona Josefa Abelha estava presente no velório da vocalista do Calcinha Preta que ocorria em Simão Dias, na cidade de Sergipe, onde Paulinha nasceu e cresceu.

-Publicidade-
Paulinha Abelha morre aos 43 anos
Paulinha Abelha morre aos 43 anos (Foto: reprodução/Instagram/@paulinhaabelha)

Dona Josefa Abelha já havia sido medicada no período da manhã momentos antes do início do velório, mas não aguentou a cerimônia e começou a se sentir mal. Ela teve de ser retirada do local, e não pôde acompanhar o restante do enterro.

Velório

O corpo de Paulinha Abelha foi velado em Aracaju, a cerimônia aberta ao público se iniciou às 7h no Ginásio Constâncio Vieira. Paulinha Abelha, 43,  faleceu na última quarta-feira em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico. Na sexta, o velório irá ocorrer na cidade natal da cantora, Simão Dias.

O corpo saiu do Hospital Primavera e seguiu para um velatório no Centro da capital, por volta das 23h, para familiares e amigos mais próximos. Às 6h, seguiu em cortejo pelas ruas da cidade até o ginásio, com limite de 1 mil pessoas no local, em virtude das restrições do coronavírus. Um corredor foi preparado para as visitas, que farão a despedida e sairão do local.

Corpo de Paulinha Abelha é velado em Aracaju; saiba onde velório irá acontecer
Corpo de Paulinha Abelha é velado em Aracaju; saiba onde velório irá acontecer (Foto: Reprodução/G1)

Na sexta (25), o corpo seguiu para o Ginásio de Esportes José Maria, na cidade natal da cantora, Simão Dias, onde também será aberto ao público. De acordo com a assessoria de imprensa da banda, o sepultamento ocorrerá na cidade, durante a tarde, apenas para familiares. A prefeitura de Simão Dias decretou luto oficial pela morte da cantora.

“Ela só transmitia coisas boas pra gente. É um momento difícil. Não só pra gente, mas para os fãs. Mas foi assim que Deus quis. Vamos aceitar”, disse José, tio de Paulinha Abelha, ao portal do G1. A vocalista da banda Calcinha Preta estava internada há quase duas semanas em unidades de terapia intensiva (UTI), para tratamento renal. A cantora morreu às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico, segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação do Hospital Primavera.