Mãe perde 20 anos da memória após ter inflamação no cérebro: “Assustador”

Claire Muffet-Reece, de 43 anos, foi parar no hospital após uma complicação de saúde. Ao acordar, a mulher não se lembrava de eventos que havia passado em família e nem da Covid-19

Resumo da Notícia

  • Uma mulher perdeu cerca de 20 anos de memória após uma complicação de saúde
  • Claire Muffet-Reece, de 43 anos, precisou ir para o hospital e usar ventilação
  • Ao acordar 16 dias depois, ela não se lembrava de eventos importantes

Claire Muffet-Reece, mãe de dois filhos, Jack e Max, de 43 anos, fez um desabafo ao explicar que não conseguia se lembrar do que aconteceu nos últimos 20 anos por conta da encefalite, uma inflamação letal no cérebro.

-Publicidade-
Uma mulher precisou ser levada ao hospital após uma inflamação no cérebro e ao acordar não se lembrava de eventos importantes que viveu (Foto: iStock)

“Minha vida era boa antes do minha lesão no cérebro”, começou em entrevista ao The Sun. Ela seguiu contando como conheceu o marido, Scott em 1995 e se casaram em 2008 e era editora em uma revista.

“As coisas mudaram drasticamente no Dia dos Pais de 2021. De acordo com Scott, eu peguei um resfriado do Max e fui para a cama cedo. Na manhã seguinte, ele tentou me acordar, mas eu não me mexia – mas eu não lembrava”, completa.

A mulher foi levada para o hospital de ambulância. Após convulsionar, ela ficou inconsciente e precisou de ventilação. Como não houve melhora, ela foi transferida para outro especialista: “Depois dos testes, os neurologistas confirmaram que meu cérebro havia inchado por conta da encefalite, provavelmente causado pelo vírus que contraí”.

Claire afirmou que os familiares foram preparados para notícias ruins, mas felizmente ela voltou a vida após 16 dias. Logo ao acordar perguntou sobre os gatos, que já haviam falecido o que deixou a família assustada.

“Daí em diante ficou claro para mim que cerca de 20 anos da minha memória haviam sumido”, constatou e completou: “Embora eu sabia que tinha filhos, amava e reconhecia eles, eu não me lembrava de dar à luz, dos aniversários, os primeiros dias na escola, o que gostam e o que não gostam”.

Uma mulher de 43 anos não se lembrava de vários eventos após uma complicação de saúde
Uma mulher de 43 anos não se lembrava de vários eventos após uma complicação de saúde (Foto: reprodução/The Sun/ James Rudland e James Davidson)

Segundo a mulher, o próprio médico que a atendeu explicou que a perda de memória pode ser um efeito colateral da encefalite e não há certeza se ela irá voltar algum dia. Após a alta, ela precisou tirar um tempo para cuidar de si, já que precisava de ajuda até para caminhar.

“Eu também não tinha lembrança da Covid-19, e foi horrível aprender sobre o 11 de setembro. Foi assustador descobrir sobre os eventos que mudaram o mundo que não conseguia lembrar”, disse ela que agradeceu o apoio dos familiares e amigos.

“Jack e Max entendem e falam para mim sobre ver os filmes favoritos deles, nossas viagens para ver os avós deles na Espanha. Todo dia, eu aprendo coisas sobre eles, como comidas ou gosto musical”, comentou e finalizou: “Há uma pequena chance da minha memória voltar, mas se não, eu terei apenas que fazer novas memórias felizes”.