Mãe provoca indignação após admitir bater nos filhos e explicação não convence

Uma mãe provocou um debate acirrado online depois de revelar que ela bate em seus filhos pequenos e lhes dá tarefas para fazer

Resumo da Notícia

  • Mãe provoca indignação após admitir bater nos filhos;
  • A explicação dada pela anônima não convenceu os usuários da plataforma de pais;
  • Os leitores, em sua maioria, discordaram do comportamento e imploraram à mãe que ela parasse com os atos violentos.

O clima ficou tenso! Uma mãe gerou revolta online após contar em detalhes nas redes sociais seu estilo controverso de criar filhos , que inclui ‘bater’ em seus filhos quando eles não ouvem.

-Publicidade-

Através do TikTok, Brittney Coble, mãe de cinco filho, gravou um vídeo explicando a educação que dá à seus cinco filhos, e logo de cara, esclarece que nem todas famílias concordariam com o comportamento.

Brittney revelou que bate nas crianças quando elas não a obedecem
Brittney revelou que bate nas crianças quando elas não a obedecem (Foto: Reprodução/TikTok)

“Como você já pode imaginar, eu bato nos meus filhos. Sempre dou um aviso verbal, nem sempre espero que eles escutem na primeira vez que pergunto, mas se eu tiver que perguntar duas ou três vezes, mesmo que já tenha explicado o que precisam fazer, eles levam uma s****. É assim mesmo”, revelou Brittney.

A mãe das cinco crianças também abriu o jogo sobre as tarefas domésticas realizadas por cada filho.

“As crianças de dois e quatro anos ficam um pouco distraídas, mas eu lhes dou pequenas tarefas […] e meio que apenas as redireciono se elas se desviarem um pouco. Mas meus filhos mais velhos têm tarefas de ‘criança grande’. Eles esfregam o banheiro, levam o lixo para fora, lavam a louça – eles contribuem”, comenta Coble.

Opinião dos usuários

Chocados com a educação dos filhos de Brittney, alguns pais se pronunciaram indignados com as agressôes físicas às crianças.

“Então, você não sabe como ensinar adequadamente seus filhos e incutir sabedoria neles sem usar violência legais”, colocou um. “Por favor, pare de bater em seus filhos”, implorou outro. “O abuso não ensinará respeito às crianças, mas sim o medo”, acrescentou um terceiro.