Relato de mãe: Meu marido quer controlar a vida dos nossos filhos

Uma mãe compartilhou suas preocupações depois que seu marido comprou relógios inteligentes para seus filhos para que ele pudesse rastrear seus movimentos

Resumo da Notícia

  • Uma mãe desabafou o comportamento superprotetor do marido com os filhos;
  • O pai de Miles, 12, e Holly, 14, comprou relógios inteligentes com GPS para rastrear cada passo que os filhos dão em tempo real;
  • A esposa de Liam e mãe das crianças acredita que o pai esteja invadindo a privacidade de Miles e Holly.

Uma mãe contou ao Kidspot que o marido, Liam, está indo longe demais com seu desejo de saber exatamente o que os filhos estão fazendo. Liam comprou relógios inteligentes para cada um de seus filhos, para que pudesse monitorar cada movimento de Holly, 14, e Miles, 12.

-Publicidade-

“Liam está cada vez mais preocupado com os nossos filhos. Sempre monitora para onde vão depois da escola ou no fim de semana, com quem estão e o que fazem quando não estão em casa”, começa a mãe.

Ela explica que os filhos tem regras e expectativas que os pais esperam que Miles e Holly sigam quando estão com os amigos, como por exemplo, não ir à lugares que estão fora dos limites, chegar no horário estabelecido em casa, manter os pais informados e pedir permissão antes de saírem para qualquer lugar. “E honestamente, pensei que essas regras eram suficientes”

Liam acredita que os filhos devem ser monitorados o tempo todo e a mãe discorda
Liam acredita que os filhos devem ser monitorados o tempo todo e a mãe discorda (Foto: Getty Images)

Nos últimos meses, a companheira de Liam conta que o pai se tornou ‘quase obcecado’ em saber todos os detalhes da vida dos filhos. “Ele chegou ao ponto de comprar relógios inteligentes com GPS, para poder rastrear o local exato de onde estão a qualquer momento, e ele faz!”, disse.

A mulher explicou que os filhos sabem do rastreamento GPS, mas Miles e Holly acreditam que os pais usem apenas “no caso de se atrasarem ou se perderem”, segundo a mãe. Ela também relata que o marido sempre pergunta aos filhos a programação do dia, mas depois compara com os dados do GPS.

Tentativa de diálogo

“Eu tenho tentado conversar com Liam sobre os relógios. Eu acho que usá-los para qualquer outra coisa é uma grande invasão de privacidade, especialmente para Holly. Ela é uma adolescente, e embora eu espere que ela seja responsável, sei que ela está crescendo e fará coisas bobas em algum momento, e tudo bem”, descreve.

A mãe relata que o marido está convencido que esta é a melhor maneira de “saber onde os filhos realmente estão”, mas ela está preocupada que eles não aprendam a se comunicar e a serem honestos se os pais não derem os exemplos certos. “Se as crianças descobrirem, verão como uma traição de confiança (e eu concordo)”, frisa.