Gravidez

Saiba o que é o “Parto Adequado”, projeto que pretende humanizar partos normais e cesáreas

Iniciativa da ANS e outras instituições em parceria com o Ministério da Saúde visa melhorar a saúde de mães e recém-nascidos

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

projeto parto adequado

Com o objetivo de identificar novos e  modelos de atenção ao parto e ao nascimento, que valorizem o parto normal e reduzam o percentual de cesarianas desnecessárias na saúde suplementar, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI) estão desenvolvendo o Projeto Parto Adequado. Melhorar a segurança dos pacientes e a experiência do cuidado para mães em hospitais públicos e privados também fazer parte da meta.

A iniciativa conta com o apoio do Ministério da Saúde e 42 hospitais e maternidades privados de todo o Brasil fizeram inscrição para participar do projeto-piloto. A adesão ao projeto é voluntária e o planejamento tem previsão de conclusão até o fim do ano que vem. Entre os principais desafios está a realização de partos a partir do final da 38ª semana de gestação, exceto em casos de gravidez de risco.

Leia também

Importante: ANS faz reajuste e agora a mulher poderá decidir se prefere parto normal ou cesárea

Entenda o parto humanizado