Portugal tem lista de nomes proibidos para registro de bebês

Uma lista de restrições regula os registros

As letras "i" dos nomes não podem ser trocadas pelo "y" (Foto: Shutterstock)
As letras “i” dos nomes não podem ser trocadas pelo “y” (Foto: Shutterstock)

Escolher o nome do bebê que está a caminho é uma das tarefas que mais exigem diálogo entre os pais. Muitas vezes, os nomes vêm cheios de criatividade ou homenagens a avós, artistas, entre outras personalidades. Em Portugal, nem tudo é tão livre assim, existe uma lista de restrições na hora de registrar os filhos.

-Publicidade-

Leia também

Guia de nomes

-Publicidade-

23 nomes de meninas inspirados na Primavera

Os nomes mais comuns no Brasil

Segundo informações do site do Ministério da Justiça de Portugal, através do Instituto de Registros e Notoriado, a medida é para evitar que os nomes sejam muito estrangeiros ou que as adaptações dificultem a pronúncia, assim como a identificação do gênero.

As autoridades restringem que as letras como “L” ou “N” sejam duplicadas; que o “I” seja trocado pelo “Y”; assim como o nome deve ser adaptado de acordo com a ortografia, grafia e fonética do idioma. Exceções são feitas apenas quando um dos pais é estrangeiro. Quem não estiver de acordo com as regras, pode entrar com processo do Ministério da Justiça.

A lista completa possui 80 páginas e você pode conferir aqui. Alguns dos nomes são bem comuns no Brasil, veja:

– Alessandra
– Andressa
– Caroline
– Daiane
– Edson
– Elisângela
– Elizabete
– Elvis
– Emerson
– Evelyn
– Felipe
– Gael
– Geovana
– Geovani
– Heloisa
– Heloise
– Jane
– Jennifer
– Jonatan
– Kaique
– Laerte
-Luiz
– Mariane
– Matheus
– Monique
– Natalie
– Sophia
– Tatiane
– Theo
– Tomaz
– Thiago
– William

5,5 milhões de crianças não têm nome do pai registrado em documento

O dilema do nome

Você sabe qual é o nome mais popular mundialmente?

-Publicidade-