Pai descobre que clínica usou esperma de um estranho na fertilização do filho há 12 anos atrás

Donna e Vanner Johnson ficaram sabendo disso depois de comprarem um kit caseiro de teste de DNA para aprender mais sobre si mesmos.

Resumo da Notícia

  • Um casal descobriu que o filho deles não é biologicamente do pai
  • Eles tiveram a notícia através de um teste de DNA caseiro
  • Hoje eles estão com um processo em andamento contra a clínica de fertilidade

Um casal norte-americano descobriu que o filho deles de 12 anos não é biologicamente do pai. Donna e Vanner Johnson ficaram sabendo disso depois de comprarem um kit caseiro de teste de DNA para aprender mais sobre si mesmos. O filho deles veio ao mundo depois de um tratamento de fertilização in vitro em uma clínica e o casal logo desconfiou de que o óvulo de Donna foi fertilizado com o esperma de outro homem.

-Publicidade-
O casal levou a história para o canal de TV norte-americano ABC4 (Foto: Reprodução / ABC4)

A ABC4 apurou o caso e conversou com Donna e Vanner, residentes de Utahm nos Estados Unidos. Os dois disseram que a vida deles virou de cabeça para baixo quando descobriram o fato. “Quando olhei aquela página e vi a mãe, mas ‘pai desconhecido’, pensei: ‘O que você quer dizer com pai desconhecido? Eu sou o pai dele'”, lembra Vanner. “Tivemos que lidar com muitas emoções. Como esse erro pode acontecer? por que aconteceu e o que fazemos agora?”, questionou ele.

Eles disseram que entraram em contato com a clínica que fez o tratamento logo depois da notícia, e ela confirmou que um esperma de um estranho foi usado para fertilizar o óvulo de Donna. Os dois contaram ao filho imediatamente da descoberta e um ano depois, decidiram procurar o pai biológico do filho.

Um primeiro contato foi feito por telefone e eles decidiram viajar para encontrar o homem. “Eu perguntei a ele [pelo telefone]: ‘Você é Devin McNeil, sua esposa é Kelly, e vocês dois fizeram fetilização in vitro alguns anos atrás?’ Ele disse ‘sim’ e eu disse: ‘Bem, tenho algo que preciso falar com você'”, conta. Hoje, os dois casais estão com um processo em andamento contra a clínica de fertilidade. “É extremamente inadequado lidar com isso”, lamentou o pai.