Colunas / Papo (sem) Neura

Bebês autistas: o diagnóstico precoce é fundamental para otimizar os resultados

Identificar precocemente os sinais de autismo permite melhorar o desenvolvimento e qualidade de vida durante toda a infância do seu filho - iStock
iStock

Publicado em 13/10/2022, às 09h42 por Mayra Gaiato


Diferentemente de outros transtornos, no autismo existe um acúmulo de fatores genéticos que faz com que o cérebro seja constituído de maneira diferente, a ponto de ter seu próprio funcionamento modificado e isso, já nasce com as crianças. O conjunto de genes, a gestação e a chegada ao mundo determinarão o desencadear do TEA. Isso porque há um número maior de crianças autistas que tiveram intercorrência da gestação, tal como infecções maternas, uso de medicações não recomendadas, prematuridade, dentre outros.

criança com binóculos olhando gráfico crescente
Identificar precocemente os sinais de autismo permite melhorar o desenvolvimento e qualidade de vida durante toda a infância do seu filho (Foto: iStock)

Todo desenvolvimento humano começa período uterino. Ao nascer, os bebês prematuros têm um risco 10 vezes maior de desenvolver TEA. O parto prematuro é frequentemente associado à inflamação materna/fetal, levando a uma síndrome inflamatória fetal/neonatal. Existem ligações experimentais demonstradas entre a inflamação fetal e o desenvolvimento posterior de sintomas comportamentais consistentes com o TEA.

Ingestão inadequada de nutrientes durante a gravidez também foi associada à alterações cerebrais (diminuição do volume cerebral, espinha bífida, alteração das vias hipotalâmicas e hipocampais), aumento do risco de comportamento anormal, distúrbios neuropsiquiátricos (TEA, TDAH, esquizofrenia, ansiedade, depressão), cognição alterada, deficiência visual e déficits motores.

Precisamos ficar atentos a qualquer atraso dos marcadores de desenvolvimento. Na carteira de vacinação de todas as crianças, podemos ter acesso a eles. Os sinais começam de forma sutil. Outra observação importante é em qualquer regressão que pode haver no desenvolvimento. Algumas vezes, os bebês começam a adquirir habilidades e param ou perdem comportamentos que já haviam aprendido.

A vigilância precoce e longitudinal do desenvolvimento de neonatos é fundamental, principalmente em crianças do grupo de risco descritos acima ou com familiares autistas. A identificação precoce do TEA é importante para otimizar os resultados do desenvolvimento em crianças, pois quanto antes as intervenções tiverem início, melhores condições de se desenvolverem. Não é necessário ter diagnóstico para começar proporcionar estímulos que ajudem no desenvolvimento dos pequenos. Ao menor sinal de atraso, dê início!

Atenção aos sinais com 1 ano de idade:

  • Com 1 ano de idade a criança já fala palavrinhas com intenção de se comunicar
  • Responde “Não” com movimento de cabeça ou mão
  • Dá “tchau”, manda beijo
  • Mostra o que quer, apontando
  • Compartilha o que gosta com os adultos
  • Atende comandos simples, tal como dar, olhar, colocar
  • Atrasos motores
  • Dificuldades no sono
  • Alterações sensoriais

Inscreva-se no  14º Seminário Internacional Pais&Filhos – Toda família é nossa já tem data para acontecer!

Depois de cinco edições online, essa volta vai ser presencial no dia 17 de novembro, na Unibes Cultural, em São Paulo. Vai rolar palestras, mesa-redonda, sorteios, ativações e muito mais! Para participar, é só se inscrever aqui! Te esperamos por lá.


Leia também

Giselle Prattes também é atriz - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

'Sogra' de Sabrina Sato, mãe de Nicolas Prattes foi paquita e engravidou aos 18 anos

Wanessa vive na mansão da mãe - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Wanessa Camargo mora em mansão luxuosa da mãe após separação e 'problemas financeiros'

Juliano Cazarré - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Juliano Cazarré celebra chegada do sexto filho e mostra rosto do recém-nascido

Nasceu! Leticia Cazarré dá à luz sexto filho com Juliano Cazarré - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família

Nasceu! Leticia Cazarré dá à luz sexto filho com Juliano Cazarré

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende - Freepik/freepic.diller

Bebês

“Eu odeio o nome da minha filha” diz pai que já mudou o nome da bebê, mas que ainda se arrepende

Imagem Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Família

Fernanda Lima faz revelação: “Depois de 17 anos juntos, resolvemos abrir a relação”

Sasha tem dois irmãos por parte de pai - reprodução / Instagram

Família

Sasha Meneghel abre o jogo e fala sobre relação com os irmãos: “Tive que dar uma regulada nisso”

Lore Improta disse quando pretende ter o segundo bebê - (Foto: Reprodução/Instagram)

Família vai aumentar! 👨‍👩‍👧‍👦

Lore Improta fala sobre a chegada do 2º filho com Léo Santana: 'Curtir nossa família'

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!