Mãe faz relato sobre acidente com balão metalizado

Balão pegou fogo após estourar em uma brincadeira

Não há criança que resista àqueles balões metálicos que flutuam em shoppings ou parques de diversão. Nós pais também não aguentamos e levamos o enfeite pra casa. A beleza do balão inflável, porém, pode esconder um perigo.

-Publicidade-

O alerta vem de um relato da mãe Mariana Vasconcelos, que publicou em seu Facebook o que aconteceu com o filho dela. João estava brincando com o balão na sala e, depois de alguns minutos, o balão estoura e pega fogo.

De acordo com Sandra Nakamatsu, filha de Eliza e Pedro e professora de física da Unifei (Universidade Federal de Itajubá), isso não é comum. O gás hélio, que, normalmente, é usado para encher esses balões, não é inflamável, ou seja, não causa explosão. “Se o gás fosse inflamável, com certeza, o uso deles em balões metalizados seria proibido”.

O que pode ter acontecido é terem enchido o balão com outro gás. O gás hidrogênio é uma aposta, já que é tão leve quanto o gás hélio e ainda mais barato. O menino sofreu queimaduras nas pernas e, felizmente, o fogo não alcançou a roupa, nem se espalhou pela sala. A mãe levou João rapidamente ao hospital e ele  está se recuperando bem.