Criança de 6 anos liga para a polícia por não encontrar os brinquedos em casa

A mãe havia doado os brinquedos da filha sem avisar, então a menina decidiu ligar para a emergência após acreditar que eles haviam sido roubados

Resumo da Notícia

  • Menina ligou para a polícia por acreditar que seus brinquedos haviam sido roubados
  • Ela pegou o celular da irmã mais velha sem ninguém ver
  • A criança fez amizade com a atendente

Addie Cooper, de 6 anos, ligou para a polícia após notar que seus brinquedos haviam desaparecido. Ela aproveitou que a mãe estava tomando banho para entrar em contato com a emergência e relatar o caso.

-Publicidade-

A criança fez amizade com a atendente que estava do outro lado da linha e contou a ele que havia procurado sua casa de bonecas, ursinho de pelúcia e as Barbies por toda a casa. Mas que não havia encontrado. “Olá. Alguns dos meus brinquedos estão faltando”, disse a menina. “Acho que um bandido os roubou”, acrescentou.

A ligação foi realizada pelo celular da irmã mais velha de Addie. Além de contar o que estava acontecendo, ela fez amizade com a operadora que se encantou com a coragem da menina.

Criança  liga para a polícia para contar que teve brinquedos roubados
Criança liga para a polícia para contar que teve brinquedos roubados (Foto: Getty Images)

A mulher que atendeu o telefone, foi até a casa da família da criança para que ela pudesse mostrar seus brinquedos. O momento do encontro foi registrado por um veículo local WVTM. “Procurei por toda a casa e não consegui encontrá-los. Eu tinha esses brinquedos desde os 4 anos. Eu tive que contar a ela porque era uma emergência. Eles são uma família e, se eles se perderem, nunca mais se encontrarão”, afirmou Addie durante a entrevista.

“Ela era apenas uma criança doce e preciosa que precisava de alguém para conversar”, afirmou. “Meu trabalho é muito estressante. Quando eu tenho a chance de falar com uma criança como Addie, isso faz o meu dia”, disse Audra, a atendente.

A mãe da menina também se pronunciou dizendo sobre a forma como Audra tratou a situação. Ela afirmou que poderia ter acontecido de ela ter desligado sem pensar duas vezes. No entanto, optou em ser educada e dar atenção à filha. Ela também contou que os brinquedos foram doados para uma instituição de caridade, já que a filha ganharia novos no Natal.