Criança precisa passar por cirurgia após ataque de pitbull e caso serve de alerta

Menino de apenas 4 anos estava acompanhado da tia quando começou a mexer com o cachorro e foi atacado

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu em Belo Horizonte
  • O menino agrediu o animal algumas vezes e tomou uma mordida
  • Teve que passar por uma cirurgia para consertar o problema no olho

Uma criança de apenas 4 anos foi atacada por um cachorro da raça pitbull, nesta última terça-feira, 27 de julho. O ataque ocorreu em uma praça no bairro Pompeia, na Região Leste de Belo Horizonte e o garoto sofreu um ferimento grave na pálpebra e precisou passar por cirurgia.

-Publicidade-
O rosto do garoto ficou com marcas após o ataque (Foto Reprodução / G1)

O boletim de ocorrência relata que a criança estava acompanhado da tia. A mulher disse aos policiais que o garoto tem autismo e por isso agrediu o cachorro algumas vezes, mas que foi impedido de continuar de maneira imediata. O animal em questão, estava acompanhado do dono e não utilizava focinheira. A família que cria o cachorro não quis conceder entrevista, mas autorizou uma gravação do pitbull, com a finalidade de mostrar que o cão é dócil e convive com crianças normalmente.

O menino foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII para fazer a cirurgia, e no final teve alta. Segundo a mãe, Alice Eduarda Floriano, houve sim um “descuido” por parte do dono do animal. “Ele tentou jogar a culpa no meu filho, está até no boletim de ocorrência que foi meu filho que foi brincar com o cachorro. Para mim foi revoltante, eu chorei muito”, contou. Ela disse, ainda, que pediu um tempo do trabalho para conseguir cuidar exclusivamente do filho. “Ele precisa de mim”, finalizou.