Pfizer pretende testar terceira dose da vacina em crianças de 6 meses a 5 anos

O estudo analisa um opção com uma quantidade menor pelo menos dois meses após as crianças completarem o esquema de vacinação

Resumo da Notícia

  • A Pfizer e BioNTech anunciaram testes da terceira dose
  • Os testes serão feitos com crianças entre 6 meses a 5 anos
  • A aplicação da dosagem será menor

A Pfizer e BioNTech anunciaram na última sexta-feira que irão começar a incluir testes para a terceira dose da vacina contra a covid-19 em crianças de 6 meses a 5 anos. De acordo com as empresas, o estudo analisará a aplicação de uma terceira dose com a dosagem de 3 µg ao menos dois meses após os pequenos completarem seu esquema vacinal primário.

-Publicidade-

As companhias decidiram avaliar a necessidade de uma 3ª dose com intuito de fornecer altos níveis de proteção para essa faixa etária. “A decisão de avaliar uma terceira dose de 3 µg para crianças de 6 meses a  5 anos reflete o compromisso das empresas em selecionar cuidadosamente a dose certa para maximizar o perfil risco-benefício. Se o estudo de três doses for bem-sucedido, a Pfizer e a BioNTech esperam enviar dados aos reguladores para apoiar uma Autorização de Uso de Emergência (EUA) para crianças de 6 meses a menos de 5 anos de idade no primeiro semestre de 2022”, disse a nota da empresa. O estudo teve a participação de 4,5 mil crianças com idades de 6 meses a 12 anos em países como Estados Unidos, Finlândia, Polônia e Espanha.

Pfizer fará testes da terceira dose em crianças entre 6 meses a 5 anos
Pfizer fará testes da terceira dose em crianças entre 6 meses a 5 anos (Foto: Reprodução / Freepik)

Segundo o estudo, as crianças entre 6 meses e 2 anos que receberam as duas doses, mostraram uma resposta imunológica comparável à de pessoas com idade entre 16 e 25 anos. O The New York Times informou que o mesmo não ocorreu com as crianças entre 2 e 5 anos.

As empresas não planejam testar uma dose maior da vacina em crianças entre 2 e 5 anos de idade. “O objetivo aqui é entender o potencial de proteção da terceira dose”, disse Jerica Pitts, porta-voz da Pfizer. “Estamos estudando 3 microgramas neste momento.”

Em uma teleconferência com investidores e analistas na sexta-feira, Kathrin Jansen, chefe de pesquisa de vacinas da Pfizer, afirmou que a empresa planejava buscar autorização para uma “série de três doses” em crianças, em vez das duas doses como foram originalmente planejadas. Se a nova estratégia funcionar, “teríamos uma abordagem consistente de vacina de três doses para todas as idades”, disse ela.

A Pfizer e a BioNTech também planejam avaliar uma terceira dose da formulação de 10 µg em crianças de 5 a 12 anos de idade. Além disso, as empresas iniciaram um subestudo de dose baixa de uma terceira dose de 10 µg ou 30 µg em aproximadamente 600 adolescentes com idade entre 12 e 17 anos, para avaliar a segurança e a imunogenicidade.