Bebê tem os pés queimados em incubadora da maternidade após negligência hospitalar

Os pais do recém-nascido prematuro fizeram uma denúncia a Polícia Civil de Goiás

Resumo da Notícia

  • Recém-nascido tem os pés queimados em incubadora de hospital após negligência;
  • Unidade de saúde lamentou o ocorrido e esclareceu que está investigando internamente o caso;
  • Os pais do bebê, que nasceu prematuro, denunciaram o ocorido a Polícia Civil de Goiás

Pais de um bebê que nasceu prematuro denunciaram à Polícia Civil que o filho teve os dois pés queimados enquanto esteve internado no Hospital Jacob Facuri, em Goiânia. A família informou à TV Anhanguera que as marcas surgiram um dia depois de o neném ser internado na unidade de saúde.

-Publicidade-

Em uma visita comum ao filho recém-nascido, os pais notaram curativos nos pés do bebê e, quando questionaram a enfermeira sobre o que havia acontecido, a profissional contou que o tubo do oxímetro superaqueceu e causou as queimaduras.

O bebê teve queimaduras nos dois pés
O bebê teve queimaduras nos dois pés (Foto: Reporodução/G1)

Em nota, o hospital lamentou “o ocorrido com um recém-nascido numa incubadora desta unidade de saúde na manhã do dia 14 de janeiro de 2022” e esclarece que também há uma investigação interna em andamento para descobrir as causas e circunstâncias do acidente. O hospital também mencionou que foi prestada assistência ao paciente e à família.

Imagens feitas pela família mostram os ferimentos nos pezinhos do recém-nascido. Segundo registrado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), o caso é investigado como suspeita de lesão corporal culposa, sendo duas marcas: uma de 0,3 cm e outra de 1 cm.

“A direção do Hospital Jacob Facuri acrescenta que segue rígidos métodos de atendimento médico hospitalar e que mantem política interna de treinamento e reciclagem de suas equipes para prestação de serviços de excelência aos seus pacientes e familiares”, descreve a instituição em comunicado.