Biólogo cria sacola biodegradável que vira alimento para peixes após decomposição

O produto é feito de mandioca e pode se decompor até 100 dias

Resumo da Notícia

  • Biólogo criou uma sacola que após decomposição, vira alimento para os peixes
  • O produto é feito de mandioca
  • Sua decomposição pode demorar até 100 dias

O biólogo Kevin Kumala, da Indonésia, decidiu criar uma sacola biodegradável feita de mandioca, que após sua decomposição, vira alimento para peixes. O produto pode carregar entre 4 e 5kg de material seco e se assemelha a um plástico.

-Publicidade-

Em uma viagem à Bali, ilha em que nasceu, decidiu criar o produto e, após retornar aos Estados Unidos, observou uma grande quantidade de acúmulo de lixo. Portanto, criou a empresa Avani Eco, com o intuito de vender materiais biodegradáveis, que não prejudicam aos animais e ao meio ambiente. Lá encontra-se sacolas, talheres, canudos, copos e embalagens que podem se decompor em 100 dias.

Biólogo cria sacolas feitas de mandioca
Biólogo cria sacolas feitas de mandioca (Foto: Reprodução / Instagram / @avanieco)

“Nós buscamos continuamente nos tornar uma ponte para ajudar e encorajar comunidades e negócios a produzirem iniciativas que gerem um impacto sustentável para o meio ambiente”, disse, em nota, o site da empresa.

“Encorajando o uso do termo ‘responsável’ como um valor central dos três fatores chave: reduzir, reutilizar, reciclar”, conclui. Além disso, desde 2016, o jovem já substituiu três toneladas de produtos não sustentáveis.