Casal gasta R$ 500 mil das economias para realizar o sonho de ter filhos: “Família completa agora”

Amanda e Nathan colocaram no mundo quatro crianças em três anos, a decisão foi tomada após verem que precisam de pessoas para construir um lar

Resumo da Notícia

  • Amanda Ralls, de 34 anos, e o marido, Nathan, de 35, decidiram gastar R$500 mil em fertilização in vitro, ao invés, de comprarem uma casa
  • Eles morarem com os pais de Amanda os ajudou a realizar o sonho de serem pais
  • O casal tem quatro filhos: Anderson, de 4 anos, Penelope, de 2, e os gêmeos, Finley e Foster, de 1 ano

Amanda Ralls, de 34 anos, e o marido, Nathan, de 35, tomaram a decisão gastar todo o dinheiro das economias, U$ 96 mil dólares (cerca de R$500 mil), que estavam ajuntando para uma casa em fertilização in vitro. Em três anos, de uma gravidez depois da outra, conquistam a família que sempre sonharam. O casal de Orange County, Califórnia, nos Estados Unidos, tem quatro filhos: Anderson, de 4, Penelope, de 2, e os gêmeos, Finley e Foster, de 1 ano. Essa escolha aconteceu após uma conversa, chegando à conclusão que construir um lar depende de ter pessoas para viver nele.

-Publicidade-
A construção de uma família era mais importante que a compra de uma casa para o casal. (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

“Não poderíamos ter todos os nossos filhos se tivéssemos nossa própria casa. Simplesmente não teria sido possível”, disse Amanda. “Um lar virá eventualmente para nós. Mas ter nossos bebês foi mais importante do que qualquer coisa”, contou Amanda ao jornal Daily Mail.

Quando estava tentando engravidar, uma luta contra a infertilidade que durou três, Amanda descobriu o diagnóstico de Síndrome do Ovário Policístico, o que fez os dois optarem pela fertilização in vitro.

O casal mora com os pais de Amanda, se não fosse por terem um lugar para ficar e o apoio deles não teriam conseguido pagar pelo tratamento da fertilização in vitro, e estarem tão felizes por terem os filhos. “Meu marido me disse que não adiantava termos uma casa se não tivéssemos ninguém para instalá-la”, disse ela.

“Ter uma bela casa é uma coisa, mas para mim, ter filhos é mais importante”, contou a mãe. “Ter quatro filhos em três anos tem sido muito para lidar, mas nossa família agora está completa e estamos muito felizes.”

Amanda contou que adorou todas as vezes ter ficado grávida. (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Gravidez dos filhos

A primeira inseminação ocorreu, em julho de 2016, dando à luz ao filho mais velho, Anderson, de 4 anos, em maio de 2017. No ano seguinte, em 2018, veio Penelope e por último os gêmeos Finley e Foster, nascidos em junho de 2020. A mãe disse ao jornal que adorou ficar grávida todas as vezes.

“Eu amei estar grávida. Eu gostaria de poder estar grávida todos os dias. Eu simplesmente não podia esperar para conhecer cada um dos meus bebês”, afirmou a mãe. “Quando descobri que estava grávida de gêmeos, fiquei em êxtase. Eu disse a Nathan que íamos ter um time de futebol.”

Antes de nascerem os gêmeos, Amanda contou que sempre quis ter três filhos, passando pelo procedimento da fertilização pela terceira vez, em junho de 2019, mas os dois embrioes acabaram não dando certo. No mesmo ano em outubro, decidiram por tentarem novamente e conseguiram os mais novos, em junho de 2020.