Criança de 5 anos morta junto com irmão possuía sinais de violência sexual no corpo, diz delegado

Uma vizinha chegou a ver um homem carregando um saco nas costas, no entanto, não pensou que pudesse ser a menina

Resumo da Notícia

  • Criança de 5 anos morta junto com irmão possuía sinais de violência sexual no corpo, diz delegado
  • Uma vizinha chegou a ver um homem carregando um saco nas costas, no entanto, não pensou que pudesse ser a menina
  • O caso está sendo investigado
 

A Ayla Luciene Jesus Nunes, de 5 anos, morta junto com o irmão, possuía sinais de violência sexual no corpo, segundo o delegado Danilo Wendell, conforme aponta reportagem do g1. A vítima foi encontrada em uma área de mata a 200 metros da residência da família, onde o corpo do irmão dela, o Luiz Otávio Nunes Reis, de 7 anos, foi achado, em Bonópolis, no Norte de Goiás.

-Publicidade-

“Os dois irmãos foram mortos com golpes de faca na garganta, mas o menino não tinha sinais de abuso sexual”, disse o delegado ao jornal.

O profissional também contou que tem outro suspeito de matar crianças e que policiais civis militares fazem buscas na zona rural da cidade deste a última quarta-feira, 6 de julho, quando os corpos foram encontrados.

Irmãos morrem em casa
Ayla Nunes, de 5 anos, e o irmão Luiz Otávio Nunes, de 7 anos (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

“O suspeito não tem parentesco com a família das vítimas. Ele é da zona rural e anda com frequência na cidade”, complementou o delegado.

O Danilo Wendell afirmou que a mãe estava trabalhando no horário do crime, por volta das 16h, e os meninos estavam sozinhos em casa. A princípio, eles eram cuidados por vizinhos enquanto a mulher se ausentava. No entanto, no dia do crime, nenhum vizinho ouviu os gritos, contou o delegado.

A vizinha Maria Menezes Rodrigues afirmou que observou um homem saindo da casa com um saco nas costas e depois sumiu. Porém, na hora, não pensou que pudesse ser o corpo da menina.