Crianças estão saindo da Ucrânia na condição de refugiadas, segundo Unicef

Segundo dados da ONU, desde o início da guerra já foram 277 crianças mortas e 456 feridas, além de mais de 500 instituições de apoio danificadas

Resumo da Notícia

  • Muitas crianças estão ficando em situação de refugiadas na Ucrânia
  • O ensino escolar dos menores também foi afetado
  • Mais de 500 instituições foram danificadas desde o início da guerra

Muitas crianças residentes na Ucrânia foram forcadas a deixar o país após o início da guerra contra a Rússia no final de fevereiro desse ano, segundo a Unicef (Fundo das Nações Unidas para Infância), nesta quarta-feira, 15 de junho.

-Publicidade-

Afshan Khan é a diretora regional da Unicef e em uma entrevista para Nova York, ela falou que aproximadamente dois terços das crianças estão sendo deslocadas na condição de refugiados. “Crianças estão sendo forçadas a deixar suas casas, amigos, brinquedos, familiares e enfrentando incertezas sobre o futuro”.

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), até o momento foram contabilizadas 277 crianças mortas e 456 feridas. Já, o governo do país diz que 313 foram mortas e 579 feridas.

Grávida é vista fugindo de maternidade na Ucrânia após ataques do exército russo
Os ataques estão prejudicando o ensino escolar das crianças (Foto: Reprodução / Evgeniy Maloletka)

A guerra também está afetando o ensino educacional das crianças, sendo que mais de 500 escolas foram destruídas, segundo a revista Veja, e 6 escolas apoiadas pelo Unicef foram danificadas.

“Como esses números mostram, a guerra na Ucrânia é uma crise de direitos da criança, e o Unicef está trabalhando para apoiar crianças e famílias onde quer que estejam no país” pontuou também a diretora.